pt
frenesitdeplnlruidjp

LinkedIn Marketing : O guia para saber tudo

show table of contents

Com mais de 810 milhões de utilizadores em todo o mundo, o LinkedIn tornou-se A plataforma de divulgação, de angariação de novos clientes e de venda. Hoje, estamos a ensinar-lhe tudo o que há para saber sobre o marketing do LinkedIn para ser um whiz de prospecção. A todo o vapor 🏎️! O LinkedIn é o sítio 😎 obrigatório das redes profissionais. Ainda assim, precisará de algumas noções para arrancar com esta rede.

Será que as ofertas de marketing do LinkedIn valem a pena?

Estamos a começar com força para descobrir se as ofertas do LinkedIn valem a pena. Esta não será a única informação que iremos cobrir neste artigo. As definições maiores virão mais tarde. Fazer marketing do LinkedIn será da maior importância se quiser sobressair na plataforma. Bem, isso é bom, mas como é que o faz realmente?

Deve saber que o LinkedIn oferece a possibilidade de utilizar uma destas ferramentas para fazer marketing: é o LinkedIn Ads. Poderá :

  • Gerar pistas qualificadas.
  • Aumentar o tráfego do seu website.
  • Melhorar o conhecimento da sua marca.
  • Comunique-se com profissionais.
  • Desenvolva 📈 o seu negócio.

Agora que sabemos para que serve, poderemos concentrar-nos nos diferentes formatos que pode utilizar para os Anúncios do LinkedIn.

Marketing do LinkedIn: Formatos de publicidade nos Anúncios do LinkedIn

linkedin-ads-marketing

No LinkedIn, pode escolher entre 4 formatos diferentes:

  • O texto publicitário.

O formato “Anúncios de Texto” será exibido à direita ou no topo do feed de notícias do LinkedIn. Terá a opção de criar ofertas de custo por clique (chamado CPC) ou custo por impressão (chamado CPM). Tê-los-á em diferentes tamanhos e formas e terá a oportunidade de utilizar uma chamada à acção (CTA).

  • A mensagem patrocinada.

Com este formato, poderá enviar mensagens individuais 📥 para as suas diferentes perspectivas directamente para o seu e-mail LinkedIn. Isto dar-lhe-á a oportunidade de conduzir o tráfego para o seu website e pode mesmo oferecê-los para preencher formulários.

  • O conteúdo patrocinado.

Este tipo de formato aparece no feed de notícias do LinkedIn. Melhor ainda, aparecerá no feed de notícias das pessoas que pretende atingir 🎯 (e isso é maravilhoso). Isto dar-lhe-á a oportunidade de visar audiências de qualidade com a ajuda de dados precisos.

  • Os anúncios dinâmicos.

Aqui, este formato vai permitir-lhe fazer publicidade personalizada utilizando dados de vários perfis (a empresa, título de emprego, foto do perfil…). Isto permitir-lhe-á lançar campanhas publicitárias muito rapidamente, a fim de aumentar o conhecimento da sua marca e aumentar significativamente o tráfego 🚀 para o seu website.

Anúncios no LinkedIn: O preço

OLinkedIn Ads já nos oferece várias soluções, mas qual é o custo destes vários serviços oferecidos pela plataforma?

De facto, aqui tudo dependerá do que estiver disposto a colocar em termos de orçamento de publicidade 💰. De facto, o LinkedIn Ads funciona com um sistema de licitação. Por isso, terá de descobrir de antemão para optimizar os seus custos.

Quando tiver finalmente escolhido o formato de publicidade que melhor lhe convém, terá agora de escolher o seu tipo de licitação de acordo com os seus objectivos. Se escolher o custo por mil, irá desenvolver a imagem de marca.

Quanto ao custo por clique, irá utilizá-lo para gerar leads. Quando quiser realizar uma campanha, terá em mente um alvo 🎯 (esperamos que sim para seu bem, pois continuamos a insistir na importância de fazer uma persona!).

E é claro que sabe que o seu alvo é também o alvo dos seus concorrentes (o que parece lógico). Por isso, terá de apresentar uma proposta mais elevada do que a dos seus concorrentes. Se quiser ter mais informações sobre o assunto, aconselhamo-lo vivamente a ler este artigo. Não é por ter de apresentar uma proposta mais elevada que terá de explodir 🧨 o seu orçamento.

É preciso pensar bem no assunto. Faça uma estimativa do seu orçamento para saber como melhor o optimizar.

Agora, o LinkedIn oferece as suas soluções pagas, mas não tem de pagar ao mercado no LinkedIn. Estamos a oferecer-lhe estas alternativas numa bandeja de ouro.

Alternativas grátis para comercializar no LinkedIn

O sistema de licitação ainda não é para si e vai pensar sobre isso? Já podemos começar com algumas outras técnicas.

#1 Criar uma página de empresa

Se quiser vender um produto ou serviço, terá duas opções:

  • Criar a página da sua empresa.
  • Venda a partir da sua conta pessoal no LinkedIn.

Se decidir construir a sua estratégia criando uma página dedicada ao seu negócio, terá de pensar em elementos importantes como, por exemplo

  • O nome da sua empresa.
  • O seu URL.
  • Preencha o campo do website.
  • Preencha o tamanho da empresa.
  • O seu sector de actividade.
  • Colocar um logótipo e um banner.
  • Preencha os hashtags.

Tem os elementos principais que lhe permitem criar uma página. Esta permitir-lhe-á ganhar visibilidade 👀 se se der ao trabalho de a alimentar bem. Não se esqueça de a partilhar com a sua rede e de acrescentar chamadas à acção. Pode também promover a sua página a partir da sua própria conta pessoal.

#2 Atraia os seus potenciais clientes com o Inbound Marketing no LinkedIn

Pode promover os seus produtos ou serviços a partir da sua conta pessoal, tal como mencionado anteriormente neste artigo. No entanto, existe uma pequena subtileza. Se quiser vender com uma conta pessoal, é aconselhável esvaziar a sua conta LinkedIn dos seus colegas, dos seus amigos e manter apenas as pessoas que correspondem aos seus alvos.

Isto fá-lo-ia ter a sua conta no LinkedIn para os seus amigos 💖 e colegas e uma, exclusivamente dedicada à sua prospecção. Uma vez que o tenha feito, vai agora pensar na sua estratégia de conteúdo.

inbound-marketing-linkedin

Para sua informação, graças ao LinkedIn, poderá capitalizar sobre a“marca pessoal”. É claro que isso não acontece apenas. Para ganhar credibilidade, vai ter de publicar, sim, mas publicar regularmente ✍️.

Além disso, vai pensar sobre os tópicos em que se quer expressar. Aí, começamos a entrar em tópicos sérios. De facto, terá de definir os seus temas de acordo com o famoso TOFU-MOFU-BOFU.

O conteúdo TOFU-MOFU-BOFU

Mais uma vez, estes termos não são de forma alguma substitutos da carne. Quando vai querer publicar no LinkedIn, alguns tópicos vão no seu :

  • TOFU.

linkedin-marketing-tofu

Este é o “topo do túnel”, portanto a parte mais alta do túnel. Diz-se que o seu conteúdo TOFU é generalista. O que é que isso significa? Significa que fala a todos. Não tem de escrever sobre conteúdo técnico, pode escrever sobre bem-estar no trabalho, questões sociais ou teletrabalho.

  • MOFU.

middle-funnel-linkedin-marketing

Este é o “meio do funil”. Está a falar com um alvo mais pequeno, entre o alvo largo e o seu alvo central. O seu público está apenas a começar a qualificar-se. Pode falar sobre copywriting ou SEO.

  • BOFU.

bofu-linkedin-marketing

O “fundo do funil” corresponde portanto ao fim do seu funil. O seu conteúdo será, portanto, muito especializado 🤓 neste tipo de post. Vai poder cobrir tópicos específicos, tais como o que aprende no seu negócio, como optimizar um artigo, SEO técnico ou mesmo os benefícios do auto-negócio.

#3 Recomendar e ser recomendado

No LinkedIn, quanto mais as pessoas confiarem em si, mais fácil será para si vender. É aqui que entram em jogo as recomendações do LinkedIn. De facto, se as pessoas da sua rede reconhecerem as suas competências, é provável que outras também o façam. As recomendações 🥰 dão-lhe credibilidade, mas tenha cuidado, não o pode fazer de qualquer maneira.

As referências podem ser-lhe dadas por alguém que já tenha trabalhado consigo antes ou que já tenha adquirido um produto ou serviço (um cliente). Naturalmente, para que possa receber referências, deve também jogar o jogo de as dar. Também tem de saber como dar antes de receber.

endosements-marketing-linkedin

Está bem, recomendou alguém e gostaria de ser recomendado também pelas suas diferentes competências. Há dois cenários:

  • É novo na plataforma, pelo que terá de pedir uma recomendação. Terá de definir de antemão quem quer que lhe seja recomendado e sobre que competências quer ser recomendado. Uma vez feito isto, navegue pelos perfis que lhe interessam e clique no separador “Mais” e depois em “Pedir uma recomendação” e preencha os campos obrigatórios.

recommendation-linkedin-marketing

  • Segundo cenário: Começa a ter um pouco de influência no “Jogo LinkedIn” e, portanto, as recomendações virão naturalmente para si.

#4 Grupos para o marketing do LinkedIn

Os grupos do LinkedIn oferecem uma grande oportunidade de se ligarem a pessoas que estão interessadas nos mesmos temas que você. Através disto, poderá partilhar conteúdos, manter e fazer crescer a sua rede.

Note a propósito que se uma pessoa não estiver ligada a si mas fizer parte de um grupo, poderá ainda assim enviar-lhe uma mensagem 📨 e aceder ao seu perfil. Portanto, ao partilhar as suas ideias sobre estes grupos do LinkedIn, tem a possibilidade não só de obter exposição, mas também de obter o seu produto ou serviço e potencialmente vendê-lo.

O que é marketing?

Vá lá, para aperfeiçoar os seus conhecimentos, vamos abordar algumas pequenas definições. O marketing é utilizado para analisar as necessidades dos consumidores. Assim, vai ter de fazer alguma pesquisa sobre as suas personas (que é um retrato dos seus clientes ideais), para que possa então atingir os seus objectivos 📈.

Uma vez isso feito, irá reunir um conjunto de formas de influenciar os diferentes comportamentos dos seus compradores. Adaptará então a sua oferta. Isto com o objectivo de criar constantemente valor aos olhos dos seus clientes. O marketing existe a fim de se diferenciar dos vários concorrentes 💥 lá fora. Numa estratégia de marketing, tem de o fazer:

  • Encontre o seu alvo.
  • Crie a sua rede de clientes.
  • Realce a sua proposta de valor.
  • Faça clientes fiéis em ❤️.
  • Manter a relação com os clientes.

Existem diferentes tipos de marketing que iremos discutir.

Marketing BtoB

Este termo significa simplesmente “Business to Business” (que também pode ser chamado de marketing industrial) e destina-se ao marketing entre profissionais. É oposto ao marketing BtoC. Neste tipo de marketing, os clientes são empresas. Ao contrário do marketing BtoC, pode haver menos jogadores, mas converte-se melhor 💰

Mesmo que não venda directamente a um indivíduo, é importante não negligenciar a parte de análise do seu alvo. Concentrar-se-á em coisas como:

  • A que tipo de negócio quero vender?
  • Como irão reagir ao meu produto?
  • Como irei satisfazer as suas necessidades?
  • Como poderei ser diferenciador?

A lógica 🤔 é a mesma de um marketing BtoC, mas o plano de marketing, por outro lado, será bastante diferente. Se ainda não tem a certeza de como diferenciar o marketing Btoc do Btob, aqui estão dois exemplos de Btob que o podem ajudar:

  • Uma empresa que compra peças de computador a uma empresa especializada para a sua frota de computadores.
  • Um restaurante 🍥 que se abastece junto de um grossista.

Na realidade, btob é simplesmente a relação comercial entre duas empresas.

Marketing Inbound

Nos últimos anos, o marketing de entrada tornou-se uma referência neste campo. É uma das estratégias de aquisição que funciona melhor. E vamos explicar porquê. Inbound marketing significa “inbound marketing”. É o facto de atrair para si um potencial cliente que ainda não o conhece e assim se torna um cliente 🤑. Há várias formas de fazer marketing de entrada:

  • Livros brancos.
  • Webinars.
  • SEO.

  • Podcasts.
  • Publicidade na televisão.
  • Etc…

Em BtoB, é a técnica por excelência ❤️ porque lhe permite manter a ligação entre si e os seus potenciais clientes, para que se tornem clientes.

Um dos elementos que se deve ter em conta ao fazer o Inbound Marketing é a manutenção da relação, que é mais vulgarmente chamada de “alimentação de chumbo”. Nada que tenha a ver com cozinhar, a nutrição de chumbo permitirá manter o contacto com o seu potencial cliente ou cliente. Sim, é bom que um potencial cliente em potencial venha ter consigo, mas então?

É aí que terá de pensar 🧠 a fim de acompanhar o cliente ao longo da sua viagem de compra. Dependendo de onde o cliente em perspectiva se encontra no túnel de conversão, terá de o fazer:

  • Atrair a sua curiosidade, a sua atenção.
  • Empurre-o para voltar ao seu site.
  • Faça-o compreender que é capaz de satisfazer as suas necessidades.
  • Para o fazer compreender que você estará presente em cada passo da sua viagem.

Marketing de saída

Em oposição ao marketing Inbound,Outbound irá buscar o cliente em vez de o deixar vir até si. O termo significa “Outbound Marketin” e é a forma tradicional de marketing 🛖.

Vai certificar-se de comunicar 👄 para atingir o seu alvo. Como? Vai colocar cartazes em lugares-chave 🔑(estamos a falar de lugares físicos), onde a sua base de clientes é potencialmente, mas também de sinalização digital (quando faz publicidade adwords, por exemplo).

Esta forma de marketing é cada vez menos utilizada à medida que novas abordagens têm surgido. No entanto, a simplicidade que ela representa torna-a ainda presente para algumas marcas. Podemos também associar campanhas de exposição física a campanhas de exposição digital.

Isto leva a uma complementaridade na comunicação. É possível fazer marketing de saída com correio electrónico (a isto chama-se correio electrónico frio e aconselhamo-lo vivamente a dar uma vista de olhos a este artigo). Acha que o correio electrónico é datado e que já não é útil? Nem pensar, pelo contrário.

O e-mail 📩 é e continuará a ser uma ferramenta poderosa na sua estratégia de prospecção. Tem de a utilizar mas utilize-a bem. A fim de ser muito eficaz, aconselhamos mesmo a enviar um e-mail ao seu prospecto antes de o contactar por outro meio. Por que razão deve fazer isto? Porque o seu potencial cliente já saberá o seu nome, e será mais fácil para si iniciar uma conversa se ele já o tiver visto algures.

Marketing estratégico

Fizemos muitos progressos nos diferentes tipos de marketing, agora passemos ao marketing estratégico. O que é isso? Bem, é simples! O marketing estratégico, em oposição ao marketing operacional, vai permitir-lhe concentrar-se em objectivos a curto prazo. É implementado nas etapas seguintes:

  • ✅ Identificar os seus alvos.
  • ✅ Analisar o mercado.
  • ✅ Estabelecer objectivos.
  • ✅ Posicionar a sua oferta.
  • ✅ Estabelecer o marketing mix (o marketing mix corresponde às acções que irá pôr em prática para garantir o sucesso da sua solução).
  • ✅ Acompanhar as suas acções.

Estabelecerá uma estratégia que se adapte aos objectivos comerciais da sua empresa, tendo em conta toda a estratégia durante o planeamento estratégico. Para o ajudar na definição dos seus objectivos, poderá utilizar o método SMART que corresponde a :

  • Específico (Qual é o meu objectivo? É claro?)
  • Mensurável (Como vou medir o sucesso do meu objectivo? Como posso quantificá-lo?)
  • Atingível (É realizável?).
  • Realista (O que posso realmente fazer?).
  • Temporal (Quanto tempo preciso para atingir o(s) meu(s) objectivo(s)?).

O que precisa de lembrar é que o marketing estratégico se concentrará essencialmente na prospecção e depois na forma de construir a lealdade 💓 do seu público.

Marketing de produto

Se quiser vender um produto no mercado, irá definitivamente recorrer a este tipo de comercialização. Como o nome sugere, vai concentrar-se principalmente no que vai oferecer aos seus clientes.

Assim, vai ter de pensar (mais uma vez) nas suas personalidades e assim saber o que lhes vai oferecer. Como lembrete ⏰ deve imperativamente responder aos pontos de dor do seu alvo.

O que é que os vai trazer? Como vai satisfazer as suas necessidades? Às suas expectativas? Por isso, tudo deve ser pensado para satisfazer o seu cliente. Pensará nos seguintes elementos:

  • Desenho do seu produto.
  • O nome da marca.
  • Embalagem.
  • A gama do seu produto (Mid-range? High-end?).

Terá de ser capaz de oferecer um produto que corresponda às expectativas dos seus consumidores, com base nos pontos de que falámos anteriormente. É por isso que a análise das suas personas, das suas expectativas, mas também do mercado, permitir-lhe-á igualar a sua oferta aos seus clientes. Há dois elementos a lembrar para a comercialização do produto:

  • O visual.
  • As características do seu produto.

De facto, dizem que a aparência 😍 não importa, mas quando se faz marketing de produtos, muda um pouco. Terá de arranjar um visual esteticamente agradável que o faça querer, que tenha uma boa ergonomia. É através da análise do seu mercado que será capaz de propor um produto visualmente agradável.

Relativamente ao aspecto funcional, é também a análise do seu mercado que lhe assegurará as funcionalidades de que o seu alvo necessita. Deve perguntar-se como é que os seus consumidores irão utilizar o seu produto.

Marketing operacional

Este tipo de marketing é o oposto de marketing estratégico. Refere-se a todas as técnicas que precisa de pôr em prática para atingir os seus objectivos de marketing.

Os objectivos operacionais de marketing são a médio prazo. Serão certamente alterados ao longo do caminho para se adaptarem às realidades do mercado.

Este é o momento em que certamente tomará medidas 💥 uma vez que receberá feedbacks e tomará decisões em conformidade. No marketing operacional, será capaz de comunicar sobre o seu produto, promovê-lo e depois torná-lo conhecido.

Uma informação importante a saber ⚡ é que, embora o marketing operacional seja o oposto do marketing estratégico, são muitas vezes complementares. O marketing operacional substituirá o marketing estratégico para dar vida aos seus projectos.

Marketing digital

Temos falado muito de marketing, agora falemos de marketing digital. Este é muito simples de compreender, uma vez que agrupará as diferentes técnicas de marketing, a fim de promover um produto em todos os canais digitais, tais como :

  • O e-mailing.

O e-mail 📩 ainda tem um grande futuro à sua frente. E, por uma boa razão, permitir-lhe-á aproximar-se do seu potencial cliente, activá-lo e construir lealdade. Além disso, numa estratégia de prospecção, poderá até automatizar os e-mails, mas voltaremos a este assunto mais tarde durante este artigo.

  • O SEO.

A isto também se chama referenciação natural. Isto permitir-lhe-á posicionar-se nos motores de busca de acordo com o pedido (palavra-chave) de um utilizador. É muito fácil de implementar SEO e custar-lhe-á 💲 quase nada. De facto, necessitará de pequenas mãos que lhe escrevam conteúdos sobre as suas ofertas (produtos ou serviços).

  • As Adwords.

É publicidade online: poderá criar diferentes anúncios dependendo da exibição que deseja ter (em exibição, no Youtube 📹 , em formato de pesquisa… É consigo).

  • Afiliação.

Poderá promover o seu produto ou serviços através de parceiros afiliados. Por exemplo, a Amazon tem várias centenas de milhar de afiliados no seu programa de afiliados.

  • As redes sociais.

Pode também fazer uma campanha de marketing em redes sociais (tem duas opções: orgânica (gratuita) ou paga).

what-is-digital-marketing

    Existem outros meios de comunicação através dos quais se pode comunicar, mas decidimos listar os principais. Além disso, falámos consigo sobre redes sociais, e se nos concentrássemos no LinkedIn?

    O que é o LinkedIn?

    O LinkedIn é a primeira plataforma profissional do mundo. Tem mais de 810 milhões de utilizadores 🤯, o que torna esta plataforma extremamente popular. Saiba que esta plataforma é para empregados, empresários, recrutadores, aqueles que procuram emprego em várias áreas. No LinkedIn, pode fazer quase tudo:

    • Prospecção.
    • Ganhar visibilidade e notoriedade.
    • Conhecer profissionais do seu sector.
    • Promover os seus produtos ou serviços.
    • Desenvolva a sua rede e a sua carreira.

    Entre outras coisas, a plataforma permitir-lhe-á, entre outras coisas, ligar-se aos membros, partilhar conteúdos e impulsionar 🚀 o conhecimento da sua marca. Bem, claro, é uma rede profissional, nós conseguimos, mas o que é que ela traz?

    Estou contente por ter feito essa pergunta. A sua página no LinkedIn é mais do que um simples currículo. Se está à procura de emprego, esta página servirá de vitrina para si. Por isso, é do seu interesse 👀 concentrar-se nela. Se não estiver à procura de emprego, a plataforma permitir-lhe-á encontrar os seus prospectos ou simplesmente mostrar o seu campo de especialização e assim torná-lo credível se quiser vender os seus serviços, por exemplo.

    Este meio fornece-lhe uma presença digital que não pode ser ignorada se for um pouco diligente.

    O que é o marketing do LinkedIn?

    Agora que já vimos as duas definições das duas palavras diferentes, vamos explicar o que é o marketing do LinkedIn. Para simplificar, o marketing no LinkedIn consiste em:

    • Crie relações 💗 (para que tenha novas ligações).
    • Impulsione a sua marca para vender um produto ou serviço.
    • Estabeleça parcerias.
    • Partilhar conteúdos (especialmente através do poder de copywriting).
    • Conduzir tráfego para o seu website.
    • Obter novas ligações.

    Se quiser ter uma estratégia de marketing de topo ⬆️ deve definitivamente incorporar o LinkedIn nos seus esforços.

    Porquê fazer marketing no LinkedIn?

    Nem sempre pensamos no LinkedIn quando se trata de marketing. Claro, pensamos no Facebook e no Instagram, fazendo posts patrocinados. No entanto, a rede profissional tem muito a dar-lhe um excelente boost⚡. A propósito, sabia que o LinkedIn era mais eficaz em termos de geração de leads do que o Facebook? Isto porque o LinkedIn é uma plataforma baseada na confiança.

    De facto, as pessoas que chegam ao LinkedIn confiam no LinkedIn (é também uma das plataformas mais confiáveis do mundo) porque quando se vai ao perfil de alguém, é uma pessoa real que vêem 👁️ e não uma entidade.

    Portanto, quando vemos o perfil de alguém que nos quer vender um produto, vamos poder ver as suas ligações 🕸️ (está ele ligado a alguém que conheço?), os seus diferentes postos, a forma como se expressa na rede. Vai ser capaz de determinar se ele é realmente um perito no assunto ou não.

    Além disso, não tem barreiras no LinkedIn. O que queremos dizer com isso é que pode falar directamente com as pessoas responsáveis pelo produto ou com os responsáveis pelas decisões. Essa é a grande força 💪 do LinkedIn. É por isso que paga para comercializar no LinkedIn. As suas hipóteses de conversão são significativamente maiores do que com as redes sociais que já conhecemos.

    Ir multicanal

    Se a palavra “multi-canal” não tocar uma campainha, explicaremos rapidamente o que é. Para simplificar, multi-canal é uma estratégia de marketing em que se utiliza diferentes meios de contacto para vender um produto ou serviço.

    Adapta-se ao comportamento dos seus utilizadores. Não salta etapas ao fazer multi-canal, terá naturalmente de definir o seu alvo 🎯 (mais uma vez essa pessoa do comprador!) e pensar nos seus meios de comunicação. Se contactar os seus potenciais clientes apenas no LinkedIn, perderá a possibilidade de apanhar futuros clientes por correio electrónico.

    E inversamente, se estiver apenas a prospectar por e-mail, está a perder oportunidades de conversão no LinkedIn.

    Então, o que é que fazemos? Bem, vamos contactar a mesma pessoa, sim, mas vamos multiplicar as oportunidades de conversão 💰, contactando-os em vários canais. Pode acoplar-se à sua estratégia no LinkedIn, algo como o correio.

    Alguns consideram-na desactualizada, mas o e-mail ainda tem um futuro muito brilhante à sua frente. É até considerado melhor contactar o seu potencial cliente primeiro por e-mail e depois contactá-lo novamente no LinkedIn. A propósito, sabia que pode fazer multicanais com o Waalaxy?

    Uma ferramenta para multi-canal? O Waalaxy, claro!

    Já não precisamos de lhe apresentar a nossa principal prospecção tool🕯️: Waalaxy. Com este, poderá realizar um bom número de acções que lhe permitirão aumentar consideravelmente a sua prospecção.

    Vai poder fazer prospecção automática para impulsionar 🚀 todas as suas oportunidades de negócio, expandir a sua rede e enviar mensagens, bem como e-mails. E sim, bastante completo para ser um ás prospector, certo?

    sequence-waalaxy-marketing-linkedin

    Sequência de Waalaxy

    Só tem de escolher a sequência que melhor se adapta às suas necessidades. Por exemplo, se quiser fazer multicanal, pode experimentar a sequência de Thomas Pesquet, que lhe permite :

    • Visite um perfil.
    • Encontre o e-mail do potencial cliente.
    • Se o e-mail tiver sido encontrado, pode enviar um e-mail, e depois fazer o seguimento.
    • Finalmente, enviará um convite no LinkedIn.

    Esta é uma excelente sequência para a prospecção multicanal. E como dissemos anteriormente neste artigo, começar por enviar um e-mail só irá optimizar a sua geração de leads.

    Terá mais hipóteses de alcançar um potencial cliente se utilizar múltiplos canais de comunicação. O correio frio tem uma vantagem considerável em comparação com os vendedores que enviam e-mails: é a automatização. Isto permitir-lhe-á:

    • Para enviar uma mensagem muito personalizada 💟 e adaptada ao seu alvo.
    • Se uma pessoa não abrir o seu primeiro email, graças a uma sequência, poderá relançá-lo com um segundo email, depois um terceiro, etc…

    O facto de enviar vários mails para a mesma pessoa aumentará a probabilidade de abertura. E as boas notícias? Esta pequena extensão cromada oferece-lhe a possibilidade de prospectar 100 pessoas por semana por 0 euros. O QUE ? 0€ ? Mas isso não é possível! Pois é! Waalaxy é grátis 🤑 é um presente.

    Por 0 euros receberá as principais características da aplicação e tudo isto sem sequer dar as informações do seu cartão de crédito. Depois de ter tido a oportunidade de o testar na sua versão gratuita, poderá alterar totalmente a sua subscrição para explorar plenamente o poder da ferramenta.

    Marketing LinkedIn: Conclusão do artigo

    Assim, estamos a chegar ao fim deste artigo e rapidamente recapitularemos o que vimos durante este artigo, nomeadamente

    • A definição de marketing que corresponde a todas as acções que vai pôr em prática a fim de vender 💰 o seu produto ou serviço.
    • Os diferentes marketing existentes (mas não exaustivos), tais como :
      • O marketing estratégico.
      • O marketing operacional.
      • O marketing BtoB.
      • O marketing BtoC.
      • O marketing digital.
      • O marketing de entrada.
      • O marketing de saída.
      • Marketing de produtos.

    • O que o LinkedIn era e o que pode fazer com ele. Nomeadamente, uma plataforma profissional que o ajuda a promover os seus produtos ou serviços, a aumentar a sua visibilidade e a melhorar a sua marca pessoal.
    • Marketing no LinkedIn que consiste em construir relações 🥳, estabelecer parcerias, partilhar conteúdos, conduzir tráfego para o seu website e obter novas oportunidades.
    • Como comercializar no LinkedIn com os formatos de anúncios da plataforma e as suas alternativas gratuitas.
    • Como ir multicanal e usar o Waalaxy para aperfeiçoar a sua prospecção.

    Artigo de Marketing LinkedIn FAQ

    Cobrimos uma série de tópicos neste artigo. Por isso, vamos fazer uma breve recapitulação nesta FAQ.

    Definição de marketing

    Se não compreender muito bem o conceito de marketing, diremos simplesmente que ele corresponde às várias acções que irá pôr em prática para vender 💰 um produto ou um serviço. E saiba que pode muito bem vender um produto no LinkedIn.

    Comercialização no LinkedIn

    O marketing engloba muitos parâmetros mas isso não significa que seja difícil de implementar e especialmente no LinkedIn. O marketing no LinkedIn terá de ter em conta o facto de que:

    • Criar novas relações 💖.
    • Partilhe as suas ideias e tópicos sob a forma de posts com o objectivo de promover a sua marca.
    • Participe em intercâmbios de grupo no LinkedIn para potencialmente ganhar novas pistas.
    • Estabeleça parcerias com agentes da sua indústria.

    É através de uma estratégia de marketing bem elaborada que se pode descolar 🚀 no LinkedIn. A propósito, uma estratégia bem pensada começa com o estabelecimento de uma persona.

    Como se faz uma boa persona?

    Ouvirá repetidamente a importância de desenhar uma imagem do seu cliente ideal: a famosa persona do comprador.

    persona-linkedin-marketing

    Tem de ser capaz de personalizar o seu alvo 🎯 para saber exactamente a quem vai vender. Terá também de determinar a sua posição, qual é o seu nível de decisão se, por exemplo, estiver numa empresa.

    Além disso, é preciso pensar nos pontos de dor (nada sadomaso, tranquilizamo-lo): é isto que corresponde aos seus pontos de bloqueio no caminho da compra de um produto ou serviço. Sim, tem de saber tudo sobre a sua pessoa:

    • O seu apelido, nome próprio.
    • A sua idade.
    • A sua profissão.
    • O que ele gosta de fazer.
    • A sua posição na empresa.
    • Os seus objectivos.
    • O seu meio de comunicação preferido.
    • O seu nível de responsabilidade.
    • Etc…

    Finalmente terá compreendido, deve conhecer esta pessoa como a palma da sua mão, de cor, ❣️. Uma vez zerada essa persona perfeita, está pronto a enviar-lhes a mais bela mensagem de prospecção que a Terra já suportou.

    Estratégia a adoptar no LinkedIn

    Com tudo o que vimos neste artigo, poderá perguntar-se que estratégia poderia adoptar no LinkedIn para fazer arrancar as suas vendas.

    Uma vez que tenha os seus objectivos em mente 🧠 a sua personalidade e os seus meios de comunicação (incluindo o LinkedIn, claro), saberemos finalmente como pô-lo em prática. Para uma estratégia eficaz no LinkedIn, precisará:

    • Uma boa pessoa compradora.
    • Uma ideia clara dos seus objectivos, como por exemplo:
      • Obter mais visibilidade 👀 com os clientes.
      • Gerar mais pistas.
      • Construir uma comunidade.
      • Aumentar o conhecimento da sua marca.
    • Escolha os tópicos sobre os quais vai escrever.
    • Escolhendo o tipo de conteúdo que irá partilhar:
    • Seja regular.
    • Utilizar software que lhe permita automatizar a sua prospecção (Waalaxy!).
    • Personalize os seus convites e as suas mensagens de prospecção.

    É possível fazer a prospecção BtoC no LinkedIn?

    Embora o termo possa soar bárbaro, marketing B2C significa simplesmente “Business to Customer” A sua principal característica? Trata-se de dirigir as suas ofertas a um cliente que deseja consumir um produto ou serviço de uma empresa.

    A diferença para o marketing BtoB é que este cliente não representa uma organização 🏢 ou uma empresa. Por isso é muito importante ao fazer marketing b2c pensar sobre estas diferentes questões:

    • Quem é o meu cliente perfeito?
    • Como posso satisfazer a sua necessidade? Ou como posso criar uma necessidade?
    • Como posso atingir o meu alvo 🎯? Quais são as formas de comunicação com este?
    • Qual é o orçamento que estou disposto a gastar?

    Claro que analisar a sua personalidade não é a sua única missão 🕵️. Terá também de analisar o mercado nestes pontos, é claro:

    • Quem são os meus concorrentes (directos e indirectos)?
    • Como é percebido o produto ou serviço de um concorrente?
    • Como é que o meu produto ou serviço será recebido?
    • Quais são os preços no mercado?
    • Como é que o meu produto será diferenciado?

    E acima de tudo, é preciso ter em mente 🤯 que só porque uma solução funciona para um concorrente, não significa que funcione para si. A análise é de extrema importância no marketing. Em qualquer caso, saiba que é inteiramente possível fazer marketing BtoC no LinkedIn.

    Como vender no LinkedIn

    Para vender no LinkedIn, não é segredo que 🤫 terá de ter um perfil bem optimizado. Sim, o seu perfil é a sua montra. Quando alguém chega nele, é a primeira coisa que vê, é a primeira impressão que vai ter de si. É por isso que deve concentrar-se na sua optimização.

    Quando ficar impressionado 😮 com a beleza do seu perfil, terá de pensar na sua estratégia, nos seus objectivos, partilhar conteúdos relevantes para as pessoas da sua rede. Os próximos passos serão manter-se em contacto com as suas perspectivas.

    Tem de ter em mente que é fácil de vender no LinkedIn, mas tem de cultivar 🍜 as suas relações, a plataforma é feita acima de tudo para criar uma rede profissional de qualidade. Agora que sabe tudo sobre o Marketing do LinkedIn, mal podemos esperar para o ver descolar 🚀 para a estratosfera para vender os seus produtos.

    5/5 (250 votes)
    Recomendamos-lhe 👇

    Convert more leads into clients with these 7 secret B2B prospecting messages 🚀

    Enter your first name and email address  to receive the 11 page digital book now:

    Where do we have to send it now?