Storytelling O Guia – Definições e Exemplos

Tem a alma de um contador de histórias em si e quer utilizá-la para tudo no seu marketing? Então é uma coisa boa 🙂 porque hoje vamos falar de Storytelling. Vamos começar.

Ao longo deste artigo, vamos analisar:

  • A definição de storytelling.
  • Porquê contar uma?
  • Como implementá-la?
  • Contar histórias numa estratégia de marketing.
  • Os melhores exemplos.

Storytelling o que é

Storytelling, ou a arte de contar histórias, é uma técnica de comunicação que consiste em apresentar uma ideia 💡, um produto ou o que quiser sob a forma de uma história. A sua tradução literal provém de contar e contar uma história. As empresas utilizam-na frequentemente em seu proveito para atingir o seu alvo, a fim de vender um produto ou um serviço ou simplesmente para ganhar visibilidade.

O principal objectivo é captar a atenção do seu público e fazê-los aderir à sua mensagem. Esta mensagem deve ser agradável e memorável. Há muitas maneiras de utilizar a storytelling, tais como :

  • Marketing.
  • Publicidade.
  • Jornalismo.
  • Vendas.
  • E assim por diante…

Ao implementar a narrativa, dará significado e valor 💎 ao seu produto ou serviço, e despertará emoção no seu alvo. Agora que já vimos qual é a definição de narração, como a implementa numa comunicação?

Qual é a finalidade da storytelling ?

Quando pretende ligar-se ao seu público, contar uma história é uma ferramenta extremamente útil. Permitir-lhe-á captar a atenção dos seus potenciais clientes, trocar melhor com eles, convertê-los em clientes e depois em embaixadores.

Isto permitir-lhe-á criar uma ligação e, portanto, vender melhor os seus produtos ou serviços posteriormente. O objectivo deste termo é transmitir uma mensagem que fale ao seu alvo 🎯 para tornar a sua comunicação mais impactante, a fim de atingir o máximo de pessoas.

Conquiste seus primeiros clientes esta semana

Aproveite o poder do Waalaxy para gerar leads todos os dias. Comece a prospectar gratuitamente hoje mesmo.

waalaxy dashboard

Porquê contar histórias?

Não se trata apenas de contar uma história, contar uma história no vácuo e por diversão. Obviamente, há objectivos a atingir e pode ser muito benéfico para o seu negócio. A primeira coisa a saber é que contar uma história ajuda-o a captar a atenção do seu público, apresentando a sua mensagem sob a forma de uma história 📖.

Esta forma de apresentar o seu produto ou serviço também lhe permite dar sentido ao que está a oferecer ao seu alvo. Através da storytelling, permite que os seus clientes compreendam porque é importante o que faz e como pode ajudá-los na sua vida diária.

Mas isso não é tudo, pois esta forma de contar a sua história também pode criar confiança aos olhos do seu público.
Quando partilha histórias autênticas e pessoais, pode mostrar a sua sinceridade. Se conseguir criar confiança com os seus clientes, eles voltarão mais facilmente para si e serão também mais propensos a recomendá-lo.

Além disso, pode facilmente destacar-se da concorrência contando histórias originais e inovadoras com as quais os seus clientes 🎯 se podem relacionar.

Finalmente, pode federar em torno da sua marca. Esta é uma das facetas mais importantes da storytelling. Ser capaz de gerar uma comunidade em torno da sua marca é o Santo Graal para todos os marqueteiros e vendedores. É por isso que precisa de o utilizar em seu proveito.

Como implementar a storytelling ?

Para poder receber a mensagem que deseja vender 💰 os seus produtos ou serviços, terá de pôr em prática alguns passos, nomeadamente

  • Identifique o seu público-alvo e faça a sua persona. Não poderá vender um produto se não souber a quem está a vender. Depois determine que tipo de história poderá ser mais apropriada para o seu público-alvo.
  • Defina os seus objectivos e a sua mensagem chave. O que deseja que os seus potenciais clientes se lembrem de si? O que tem a sua história?
  • Escolha o tom e o estilo da sua história. Vai ser emotivo? A sua história vai ser humorística? Dramática?
  • Prepare a estrutura da sua história. Será clássica? Original?
  • Escreva 🖊️ a sua história e ponha-a em forma. Depois ponha-se no lugar de alguém que escutaria esta história e perguntar-se-ia se gosta dela.
  • Use meios visuais para ilustrar a sua história.
  • Tenha cuidado com a sua apresentação e postura ao contar uma história.
  • Seja capaz de cativar o seu público.

Contar histórias numa estratégia de marketing

Tentamos muitas vezes criar uma emoção no nosso público alvo, de modo a fazê-los comprar-nos. Colocar a narrativa numa estratégia de marketing é uma verdadeira vantagem e explicamos-lhe porquê. Quando fazemos marketing, o que queremos é ser capazes de tocar o nosso público, portanto, utilizaremos histórias autênticas, que têm significado.

Quanto mais inspiradoras forem as suas histórias, maior é a probabilidade de atingir o seu público alvo. Falámos consigo sobre persona no início deste artigo. É uma obrigação, se quiser vender o que oferece, não pode passar sem ela. Como pode satisfazer as necessidades e frustrações do seu público-alvo, se não as conhece?

A resposta é que não pode. Por outro lado, ao conhecer perfeitamente o seu alvo, poderá utilizar a storytelling em seu benefício, destacando os valores e benefícios do seu produto. Pode contar a história de como conseguiu resolver um dos problemas do seu cliente, por exemplo.

Estratégia de marketing : Construir a sua marca com a storytelling

Com este método, é possível criar uma experiência de marca coerente. Nós explicamos. Quando contar a sua história, esta estará necessariamente relacionada com a identidade da sua marca e terá de ser apresentada da mesma forma em todos os seus canais de marketing. Não hesite em usar a emoção na sua narrativa, ela deve ser memorável e deve assegurar-se de que é lembrada.

Não se esqueça de trabalhar na sua criatividade 🧠. É importante criar coisas originais. Fazer o visto e visto novamente trar-lhe-á muito poucos benefícios.

Os objectivos da narração de histórias em marketing

Por detrás deste termo estão escondidos muitos objectivos, especialmente em marketing. Podemos ter objectivos diferentes, tais como :

  • A descoberta de um novo produto.
  • O aumento da visibilidade da sua marca.
  • Para criar um buzz 🛎️.
  • Aumentar as suas vendas.

Sejam quais forem as razões por detrás da utilização da narrativa, quer atrair o seu potencial cliente ou futuro cliente para vir comprar-lhe.

Os melhores storytelling exemplos de marca

Talvez nunca tenha tido a oportunidade de ver o poder de contar histórias em acção, ou talvez nem se tenha apercebido disso. Seja como for, vamos mostrar-lhe exemplos de histórias de sucesso no negócio com marcas bem conhecidas. Vamos começar directamente com a Airbnb.

Airbnb

Se não conhece esta empresa, a Airbnb é uma plataforma que lhe oferece casas particulares para ficar durante algum tempo. Esta plataforma foi fundada por Brian Chesky, Joe Gebbia e Nathan Blecharczyk e existe desde 2008.

airbnb-plateforme

Para chegar às pessoas, a Airbnb depende da utilização de vários canais, tais como :

  • O blogue.
  • As várias redes sociais.
  • O vídeo.
  • As suas revistas.

Pode não estar ciente disso, mas o início da Airbnb é original e os fundadores não hesitam em lembrar aos seus clientes de onde eles vêm para chegar até eles. Toda a sua estratégia de marketing é baseada nos seus clientes e nas suas próprias experiências, porque a Airbnb precisa de 100% dos seus clientes para se manter sustentável. Portanto, era natural que esta empresa colocasse os seus clientes em primeiro lugar e não eles próprios. A fim de fazer uma narrativa eficaz, a plataforma permite aos clientes contar as suas histórias.

Há dois benefícios em fazer isto: o primeiro é que pode realmente jogar sobre o teemocional com base em como os seus clientes se sentiram 🫀. O segundo benefício é que quando os seus clientes o recomendam directamente, é mais provável que seja de confiança. Ponto bónus? Ter histórias de experiências de clientes pode encorajar aqueles que ainda não saltaram para dentro, a fazê-lo.

Apple

Quer goste de Apple ou Android, já viu pelo menos um anúncio Apple. Este gigante decidiu apostar nos seus anúncios nos seus utilizadores. É a história que ocupa um lugar importante na Apple e o que a marca quer é brincar com as emoções 😍.

Mais do que apenas produtos telefónicos 📱 e computadores, é toda a sua história que a Apple oferece aos seus clientes. Funciona tão bem que as pessoas não hesitam em esperar 72 horas em frente a uma loja para poderem oferecer a si próprias o último telefone da marca. Estamos realmente a admirar este trabalho.

Nike

Nike é a marca desportiva com a qual todos (ou quase) se identificam. Além disso, se nos conseguimos identificar através das histórias que a Nike nos conta, é porque a marca é excelente em contar boas histórias. Mesmo quando escorrega, ainda nos identificamos com o que ela transmite.

A primeira coisa a saber é que a Nike não hesita em apresentar pessoas que estão muito pouco representadas no mundo da publicidade. Ao destacar estas diversidades, há também mais pessoas que se conseguem ver através dos seus anúncios. Assim, a Nike também joga com as emoções dos seus telespectadores na maioria das suas histórias.

A narrativa é um excelente método para reforçar a sua presença na web, desenvolver a ligação com a sua comunidade, aumentar a confiança dos seus utilizadores e ser mais limpo do seu público.

Escrever uma narrativa que convença

Para contar uma história que atinja um alvo 🎯 vai precisar de um pouco de preparação. Por isso, vamos dar-lhe todos os passos essenciais que precisa de dar para ser bem sucedido.

#1 A persona

Sempre que é sempre a mesma velha história, é-lhe contada a importância de criar um retrato típico do seu cliente ideal. Não é em vão, podemos assegurar-lhe. A elaboração deste retrato permitir-lhe-á responder às necessidades, aos pontos de dor e encontrar soluções para os problemas que os seus clientes possam encontrar.

No caso de contar histórias, é a mesma coisa, como pode criar conteúdos que tocam os seus alvos se não sabe o que os move, o que os toca, o que eles gostam? Para fazer a sua persona, terá de definir os traços do seu potencial cliente, nomeadamente :

  • Primeiro e último nome.
  • Idade.
  • Sexo.
  • Estado civil 💍.
  • Localização.
  • As suas necessidades.
  • Os seus pontos de dor.

É claro que pode continuar a embelezar a sua personalidade com detalhes, quanto mais detalhada for, mais probabilidades terá de os alcançar.

#2 Escolha o tom da sua mensagem

Como se expressará ao seu alvo? Será através do humor? Tristeza? Aqui, precisa de se perguntar que emoção quer transmitir ao seu público? Este é um elemento chave da sua narração porque é graças a isto que despertará uma emoção no seu público. Para além do tom, não hesite em pensar no registo linguístico que irá utilizar. Será que será sustentado? Ou, pelo contrário, familiar?

#3 A mensagem

Agora que sabe como se vai dirigir ao seu alvo 🎯, também precisa de se concentrar na mensagem que pretende deixar ao seu público. O objectivo é que consiga contar uma história para vender melhor. Por isso, a sua mensagem precisa de estar no ponto. O que é que quer fazer? Aumentar a consciencialização sobre um dos seus produtos? Conectar-se com o seu público? Informar sobre um novo produto? Para ser bem sucedido na transmissão da sua mensagem, tenha em mente que ela deve ser clara e facilmente compreendida por aqueles que a vão ouvir e/ou ver.

#4 Defina os objectivos

Decidiu alcançar as suas metas, mas quais são os seus objectivos? Quer promover a sua marca? Quer ganhar visibilidade 👀 e notoriedade? Deseja aumentar as suas vendas? Ao estabelecer os seus objectivos, será capaz de dar a volta certa à sua narrativa e atingir melhor o seu público. Se conseguir fazer isso, então não deverá ser muito difícil atingir os seus objectivos.

#5 Partilhar a sua história

Prepare-se para quando irá partilhar a sua história. Escolha a data, o formato de distribuição (escrito? Vídeo? Áudio?), tudo o que o ajudará a preparar-se. Tenha em mente que precisa de partilhar uma história sincera e autêntica 💗. Se contar uma história mas fizer o oposto completo nas suas acções, os seus clientes não confiarão absolutamente em si e isso não o beneficiará de forma alguma.

Conclusão

Estamos quase lá. Para que tenha tudo o que lhe vem à memória, recapitularemos o que vimos hoje. Conseguimos assim cobrir conceitos como:

  • A definição de narração de histórias.
  • A sua finalidade ⚽.
  • Por que razão se deve fazer contação de histórias.
  • Como implementá-la.
  • Contar histórias numa estratégia de marketing.
  • Os melhores exemplos de storytelling.
  • Escrever uma narrativa que convença.

FAQ – O guia completo do storytelling

Estamos quase no fim deste artigo, mas ainda podem existir alguns conceitos que pode aprender. É isso que vamos fazer.

Como definir a storytelling ?

Para chegar a um público, brincamos com o seu cérebro, e mais particularmente com as suas emoções. Contar histórias é a arte de contar uma história para fazer passar uma mensagem, vender um produto, dar-se a conhecer, criar um burburinho. É uma técnica de comunicação que irá provocar uma emoção em relação ao produto ou ao serviço ou mesmo à marca.

Há vários objectivos quando pomos a contar histórias em prática, dependerá inteiramente do que se pretende fazer e provocar.

Storytelling como fazer  uma boa?

A primeira coisa a fazer quando se inicia este tipo de exercício é conhecer o seu alvo. Como pode saber que alcançará uma audiência se não sabe o que impulsiona o seu alvo, o que pode desencadear emoções? Se souber como desencadear emoções no seu alvo, elas serão mais sensíveis à sua marca e ao que oferece. Então precisa de encontrar a história certa para contar, aquela que vale a pena contar, aquela em que o seu público se reconhecerá.

É assim que conseguirá fazer uma boa storytelling. Estas dicas devem ser feitas de antemão. Para mergulhar directamente no betão, dar-lhe-emos os passos necessários para que a sua narração esteja no topo.

#1 Prepare a sua história

Construa o seu enredo e faça a si próprio perguntas como, por exemplo:

  • Onde terá lugar a minha história?
  • Que valores irei colocar na história?
  • O que serei capaz de dizer?

#2 Defina os seus caracteres

Neste caso, irá concentrar-se em uma ou mais personagens da sua ficção? Vai fazer com que o seu público se reconheça nas suas personagens? Serão engraçados? Tristes? Que emoções irão exalar?

#3 O ambiente

É tempo de se concentrar nos elementos que irão reforçar a posição das suas personagens e da sua história. Estamos a falar do cenário, claro, mas também da luz e da atmosfera que dele emanará. Não hesite em dar o maior detalhe possível quando expor as suas cenas, isto permitirá que os seus alvos se aproximem da sua marca.

#4 O gatilho

Terá de se concentrar num elemento que faça a personagem questionar-se a si própria, ou encontrar o seu caminho. Este é o elemento que fará com que a sua história faça sentido. É um elemento que irá definitivamente mostrar a motivação da sua personagem 🙂 .

#5 O final

Qual vai ser o resultado desta aventura? Desta interrogação? O desenlace é a parte mais importante da sua história, pense nisso para que tenha o maior impacto no seu público.

Quais são os 4 fundamentos da storytelling ?

Como acabámos de lhe explicar, existem fundamentos de narração que são melhor aplicados para evitar que o seu alvo 🎯 perca a mensagem. Isto é exactamente o que lhe explicámos no ponto imediatamente acima. Como contador de histórias, vai ter de trabalhar arduamente nos seguintes aspectos:

  • Personagens: São eles que serão utilizados como exemplos pelos seus alvos. Para fazer uma boa narrativa, terá de pensar nos seus personagens. Os seus alvos identificar-se-ão com eles.
  • O vosso ambiente: as vossas personagens evoluirão num ambiente que poderá ser familiar, ou festivo… Em qualquer caso, é o ambiente que fará com que os seus alvos se sintam próximos da história que vai contar.
  • O gatilho: Como dissemos acima, isto é o que dará sentido à sua história. Este gatilho dará cor às suas personagens, uma vez que elas certamente se questionarão. Vai desencadear emoções para eles 💗(talvez as mesmas que quer desencadear na sua audiência).
  • O desenlace : Isto é o que libertará a tensão, mas também dará sentido à sua história. O desenlace é quando a sua história terá um impacto na sua audiência.

Quando utilizar o contador de histórias?

Há muitos casos em que os contadores de histórias podem ser utilizados e vamos listá-los agora:

  • A apresentação de um produto ou serviço (pode contar uma história que realce os benefícios e os valores 💰 da sua oferta. Vai ajudá-los a compreender porque é que o seu produto ou serviço é importante e como pode melhorar a sua vida diária).
  • Comunique 👄 sobre a sua marca. Destacará os valores e a identidade da sua marca através de uma comunicação que chegará ao seu público.
  • Apresente um projecto ou uma ideia. De facto, não tem de o utilizar apenas quando há clientes em jogo. Também pode utilizar este método para apresentar uma ideia. Terá de convencer o seu público, despertando o seu interesse e levando-o a aderir ao seu projecto.
  • Vender um produto ou serviço.
  • Motivar ou inspirar: pode inspirar o seu público ao partilhar uma história que evoca emoção.

Claro que há outras alturas em que se pode usar a storytelling. Utilize-a quando achar que é o momento certo.

Arco narrativo

Na storytelling, falamos por vezes de um arco narrativo ou arco narrativo. Este termo refere-se à estrutura de uma história e este arco será constituído por acontecimentos da história, podemos dizer que é a progressão. Tem um início bastante calmo, depois um elemento que vem perturbar as personagens, conflitos que atingirão um pico e, finalmente, um fim onde tudo é resolvido. Para que possa compreender melhor do que estamos a falar, vamos apresentar-lhe um pequeno diagrama.

storytelling-arc

Encontrará :

  • O cenário de partida.
  • Um evento.
  • A acção crescente.
  • O elemento desencadeante.
  • A descida.
  • A resolução.

Por isso, tem todo um arco narrativo de uma história.

Narração de dados

É esta a primeira vez que ouve este termo? Não se preocupe, é muito fácil de compreender. Contar uma história de dados é contar uma história com dados representados graficamente. Agora, talvez não me lembre de nada, mas se alguma vez fez uma apresentação na escola ou numa empresa, temos a certeza de que já fez alguma narração de dados. Por exemplo, se decidiu falar sobre a evolução da empresa através de números e os apresenta com gráficos, está a fazer narração de dados. Claro que, para facilitar esta narrativa de dados, existem bastantes ferramentas 🧮 que surgiram.

É tudo, chegámos ao fim deste artigo e agora já sabe tudo o que há para saber sobre storytelling.

Mélisande

Quer ir mais longe?

Como encontrar um email endereço pelo nome é uma questão recorrente nos dias de hoje. 👀Quer pretenda reencontrar um antigo

23/05/2024

Já alguma vez ouviu o termo “ LinkedIn LION ” ou LinkedIn Open Networker? 🦁 Bem, deixem-me dizer-vos que não

22/05/2024

Neste artigo, vamos falar sobre os 21 erros para se antecipar 🙏 antes de começar startup ! Entrevistamos nosso querido

22/05/2024

7 exemplos de mensagens de prospecção bem-sucedidas no LinkedIn

Newsletter

Masterclasses

Dans la piscine

Sucess story