LinkedIn mensagens Automação : O porquê, o que e como

LinkedIn Message Automation: The Why, Whats & Hows
20 minutes

Provavelmente está à procura de informações sobre como utilizar o LinkedIn para a prospecção com LinkedIn mensagens Automação 🚀

Está certamente no LinkedIn, e o mesmo acontece com os seus clientes. Não há dúvida de que já ouviu falar de como é uma mina de ouro para construir e desenvolver o seu negócio. Pode até já ter ouvido falar da automatização do LinkedIn.

Os benefícios, mas também os riscos… e não tem a certeza do que esperar.

Neste artigo, entramos em detalhes sobre o que é a automatização do LinkedIn, os diferentes tipos de automatização, o que permitem, o que não permitem, o que precisa de saber para tirar o máximo partido deles, e quais são os riscos. Basicamente, vamos dizer-lhe tudo o que há para saber sobre as ferramentas de automatização do LinkedIn 😁

A automatização do LinkedIn permite-lhe realizar os 4 principais tipos de acções de marketing possíveis no LinkedIn, nomeadamente

  • Visitas de perfil,
  • Acompanhamento do perfil,
  • Envio de pedidos de ligação,
  • Envio de mensagens.

LinkedIn mensagens Automação – Quais são as diferenças entre estes tipos de acções?

Características “secundárias” do LinkedIn

As visitas de perfil permitem-lhe indicar ao seu potencial cliente que está interessado nelas. Isto ajuda a despertar a sua curiosidade. Quando visita o perfil de alguém, a pessoa recebe uma pequena notificação de que visitou o seu perfil.

Note-se que para além de um certo número de pessoas que visitam um perfil, um utilizador deve ter uma subscrição Premium do LinkedIn para poder aceder à identidade da pessoa que visitou o perfil.

Operfil seguinte é bastante semelhante à visita de perfil. A diferença entre visita de perfil e seguimento de perfil é que quando se segue o perfil de uma pessoa, essa pessoa é sistematicamente notificada da identidade da pessoa que seguiu o seu perfil, quer essa pessoa tenha ou não uma assinatura premium do LinkedIn.

Além disso, quando segue um perfil, acede às notícias do perfil no seu News Feed (publicações, mudanças de emprego, etc.).
As visitas e o seguimento do perfil são, portanto, funções recomendadas quando quiser entrar gradualmente em contacto com um potencial cliente e quando quiser despertar o interesse do seu potencial cliente.

Estas funções também aumentam a taxa de aceitação de convites.

Principais características do LinkedIn

No coração da guerra de prospecção do LinkedIn está entrar em contacto com os prospectos e depois contactá-los por mensagem.

O pedido de ligação é o primeiro passo. No LinkedIn, para poder enviar uma mensagem a uma pessoa, tem primeiro de estar “ligado” a ela. Para tal, deve ser enviado um pedido de ligação à pessoa.

Só pode enviar um convite ao LinkedIn a pessoas que estejam “na sua rede”, ou seja, ligações de 2º e 3º graus.

  • As ligações de 2º grau são indivíduos com os quais ambos partilham uma ligação de 1º grau.
  • As ligações de 3º grau são pessoas que estão ligadas às suas ligações de 2º grau. Por outras palavras, conhece alguém que conhece alguém que conhece essa pessoa 🤯,
  • Uma pessoa “fora da rede” é alguém fora das suas ligações do 3º grau. Essencialmente, não conhece ninguém que conheça alguém que conheça o indivíduo, e portanto não pode entrar em contacto directo com ele/ela.

É por isso que é importante fazer crescer a sua rede LinkedIn. Quanto maior for a sua rede, mais perfis pode aceder.

Quando envia um pedido de ligação a uma pessoa, pode anexar uma “nota” com 300 caracteres. Esta nota permite-lhe apresentar-se, apresentar o que faz, e explicar porque quer entrar em contacto com a pessoa. Mas provavelmente está a perguntar-se se precisa mesmo de escrever uma nota? Ou se as notas têm algum impacto significativo sobre se o seu pedido de ligação é ou não aceite? As respostas estão neste artigo 😁

E agora, para o último dos 4 tipos de acções possíveis no LinkedIn – a mensagem.

Como mencionado anteriormente, só é possível enviar uma LinkedIn mensagens Automação personalizada às pessoas com as quais está ligado. Assim, a optimização das acções anteriores para que possa chegar a este ponto é crucial.

No entanto, a mensagem é o passo mais importante que lhe permite destacar o seu produto, o seu serviço, e o que oferece. É o passo que lhe permite convencer o seu potencial cliente.

Terá 10.000 caracteres para o fazer, e precisará de capacidades de escrita absolutamente impecáveis – mas voltaremos a este assunto mais tarde.

Então o que tem tudo isto a ver com automação? Bem, é muito simples: As ferramentas de automação LinkedIn permitem automatizar estes 4 tipos principais de acções, algumas delas de forma sequenciada, sem ter de mexer um dedo.

Existem 2 famílias principais de ferramentas, cada uma com as suas vantagens e desvantagens.

Extensões do Google Chrome

As extensões do Google Chrome foram criadas há vários anos e permitem-lhe automatizar acções do LinkedIn directamente a partir do seu computador.

O princípio é simples: com um clique descarrega-se a extensão a partir da Loja Google Chrome. Fazendo isto, recupera automaticamente o seu cookie de autenticação do LinkedIn que permitirá que a extensão se ligue à sua conta LinkedIn.

Este método é particularmente seguro uma vez que as acções são enviadas a partir do seu endereço IP (ao contrário das ferramentas Cloud – mais sobre isto ver mais adiante) e ultrapassa a necessidade de divulgar os seus dados de login no LinkedIn.

É também extremamente simples e rápido, uma vez que não é necessário criar uma conta. A conta é automaticamente criada e ligada à sua conta no LinkedIn quando descarrega a extensão.

Os dois tipos de extensões cromadas

Entre as extensões do Google Chrome, existem duas subcategorias de extensões: as que executam acções na sua página LinkedIn ao vivo, e as que executam acções no fundo da extensão, de uma forma que é invisível para o utilizador.

Extensões que realizam acções ao vivo
Algumas extensões como Dux-Soup e anteriormente Linked Helper permitem-lhe automatizar as acções do LinkedIn directamente na sua página do LinkedIn. Concretamente, é um “robô” que toma o controlo do seu computador para realizar as diferentes acções. Pode ver as diferentes acções a decorrer ao vivo na sua página do LinkedIn.

A maior desvantagem desta forma de automatização é que não lhe permite fazer mais nada no LinkedIn enquanto as suas acções estão em curso. Portanto, tem de navegar para outras páginas enquanto a automatização está a decorrer.

Extensões que executam acções em segundo plano
Outras extensões tais como Octopus ou ProspectIn executam acções directamente em segundo plano.

O princípio é simples: programa-se com antecedência as acções do LinkedIn e estas são realizadas directa e automaticamente a partir do fundo da extensão. De um ponto de vista técnico, é como se estivesse no seu computador e estivesse a clicar para realizar as acções. Excepto que não está.

Isto permite-lhe navegar no LinkedIn com paz de espírito enquanto as acções programadas continuam a decorrer automaticamente.

A maior desvantagem de todas as extensões cromadas é que terá de ter o seu computador ligado e um separador LinkedIn aberto para que as acções possam ser executadas.

Além disso, é obrigado a utilizar um navegador Google Chrome. Que pode não ser a primeira escolha de algum utilizador.

Aplicações em Cloud

As aplicações em Cloud são mais “convencionais” do que as extensões do Google Chrome. São aplicações que descarrega de um site e depois instala directamente no seu computador.

Com estas aplicações, tem de fornecer os seus dados de login no LinkedIn para que a aplicação se possa ligar à sua conta no LinkedIn.

Além disso, funciona de forma ligeiramente diferente de como funcionam as extensões cromadas. Com as aplicações Cloud, as acções não começam a partir do seu computador, mas sim a partir do Cloud.

O que é a Cloud?

Simplificando, a Cloud consiste num computador remoto, capaz de realizar acções de automatização do LinkedIn a partir de um local diferente do seu actual.

Isto tem duas consequências importantes:

  1. A primeira é que as acções não serão realizadas a partir do seu endereço IP, mas sim a partir de um endereço IP ligado à Cloud. O LinkedIn não gosta nada de mudanças de endereço IP. Vê estas alterações de forma suspeita e, portanto, a sua utilização pode levá-lo a uma verificação de identidade. Sejamos honestos, é muito suspeito que as suas acções automatizadas estejam a ser executadas a partir dos Estados Unidos, enquanto que o utilizador está activo na sua conta diariamente a partir de França. Mas se quiser continuar a utilizar a sua conta LinkedIn fora de uma ferramenta automatizada, não tem outra opção senão utilizar dois endereços IP diferentes. A única forma de ultrapassar este dilema, é utilizar um proxy para assegurar que o endereço IP da Cloud corresponde a um endereço IP no mesmo país. Esta solução é fiável, mas pode ser um pouco técnica para utilizadores inexperientes.
  2. A segunda consequência é que com a utilização de ferramentas Cloud, é possível automatizar as suas acções no LinkedIn, sem ter de deixar o seu computador permanentemente ligado e um separador LinkedIn aberto.

Esta solução de webmarketing é ideal para pessoas que gerem várias contas no LinkedIn em nome de terceiros e não se podem dar ao luxo de ter várias contas a funcionar continuamente no seu computador.

Por outro lado, estas ferramentas são frequentemente mais arriscadas e mais caras. Não serão adequadas para o utilizador médio.

Muito bem, vamos recapitular.

Vantagens das extensões do Google Chrome

  • Segura
  • Fácil de usar
  • Rápido de instalar

Inconvenientes das extensões do Google Chrome

  • Necessidade de ter o seu computador ligado com um separador LinkedIn aberto

Vantagem das aplicações Cloud

  • Acções que enviam 24 horas por dia, 7 dias por semana

Desvantagens das aplicações Cloud

  • Tecnicamente complexo de usar
  • Mais caro

No entanto, existe uma solução que reúne o melhor das extensões cromadas com o melhor das aplicações Cloud, eliminando os inconvenientes de ambas.

Deixem-me apresentar-vos… Cloud Francewaa. Uma ferramenta que lhe permite executar qualquer extensão do Google Chrome na Cloud, com zero conhecimentos tecnológicos necessários.

Simplesmente:

  1. Introduza os seus dados de login no LinkedIn
  2. Escolha o seu país e os horários em que pretende executar as suas extensões
  3. Iniciar a sessão

É isso mesmo!
O Cloud Francewaa é a solução ideal para quem quer tirar partido do melhor de ambos os sistemas. Recomendamo-la vivamente. 😉

Pintamos um quadro completo do panorama da automatização, as diferentes soluções para automatizar o LinkedIn para a sua empresa, e as vantagens e desvantagens.

Por agora é provável que já compreenda porque deve embarcar na sua viagem automatizada de prospecção no LinkedIn.

O canal mais eficiente para a prospecção B2B

A partir de agora (2021), se quiser obter novos clientes para o seu serviço, ou adquirir novos utilizadores para o seu produto em grande escala, tem apenas um número limitado de canais disponíveis.

Se for corajoso e tiver muito dinheiro para desperdiçar (e estiver a vender seguros a idosos), pode recorrer à angariação telefónica.

Vai custar-lhe uma fortuna em termos de salário (mesmo que mude o seu centro de chamadas), terá taxas de conversão catastróficas, e 99% do tempo terá de se esforçar por perturbar as pessoas, devido às possibilidades muito limitadas de segmentação.

Se estiver um pouco mais ligado ao actual clima e práticas de prospecção, recorrerá a dois outros canais: o correio electrónico, e a prospecção no LinkedIn.

Correio electrónico: uma solução de prospecção cada vez menos eficiente

O correio electrónico é muito conveniente para contactar um número muito grande de pessoas a um custo baixo. Mas coloca duas grandes preocupações:

Primeiro, para poder enviar um grande número de e-mails, é necessário ter uma grande base de dados de e-mails.

A fim de adquirir uma grande base de dados de e-mails, tem duas possibilidades:

  1. Comprar a base de dados
  2. Raspar a base de dados

Com a primeira possibilidade, vai gastar muito dinheiro. Isto de certa forma derrota a principal vantagem do correio electrónico – sendo bastante baixo custo.

Com a segunda possibilidade, vai passar muito tempo, o que não é totalmente eficiente. Em Waapi não somos um grande fã de métodos ineficientes.

Há também o facto de os e-mails serem um modo de comunicação popular. Se o utilizar para adquirir novos clientes, para além de comunicar com a sua base de clientes existente, o resultado será: afogar-se constantemente em e-mails. Para não mencionar que o correio electrónico é altamente popular, o que torna cada vez mais difícil destacar-se da multidão ao tentar alcançar novos clientes através deste canal.

As taxas de correio electrónico abertas são muitas vezes inferiores a 20%, e as taxas de clique inferiores a 5%. Escusado será dizer que terá de enviar um grande número de e-mails antes de poder transformar um número significativo de clientes em potenciais clientes. No entanto, é muitas vezes difícil visar com precisão os seus prospectos através do correio electrónico, por isso, mais uma vez, os seus resultados vão ser qualquer coisa para se maravilhar.

Utilizar o LinkedIn para o seu negócio: o futuro de uma prospecção eficaz

Em contraste com as suas outras opções, o LinkedIn é uma base de dados ao ar livre altamente qualificada, apenas à espera de ser utilizada.

Actualmente, a plataforma tem mais de 600 milhões de perfis. Todos eles contêm informação detalhada sobre a sua localização, indústria, posição, ou a escola que frequentaram.

As possibilidades de apontar são quase infinitas, especialmente quando se utiliza o Sales Navigator. E uma boa focalização de prospectos é indispensável para o sucesso de qualquer campanha de prospecção.

Outra força motriz fundamental para a eficiência das campanhas de prospecção do LinkedIn são as taxas de abertura e resposta às mensagens do LinkedIn. As taxas de abertura e resposta das mensagens do LinkedIn são muito mais elevadas do que as observadas nas mensagens de correio electrónico.

Em geral, as taxas abertas para mensagens do LinkedIn aproximam-se dos 100%, e as taxas de resposta são superiores a 20% (e podem mesmo exceder 50% para as campanhas com melhor desempenho).

Porque é que a prospecção através do LinkedIn é tão eficiente?

Simplesmente porque no LinkedIn o seu potencial cliente sente que se está a dirigir a ele pessoalmente. Isto difere dos emails, onde o potencial cliente sabe que está num ciclo de emails automáticos, e como resultado, não se dará ao trabalho de responder, ou mesmo de ler o seu email.

Quando se trata de resultados, as campanhas de prospecção por correio electrónico não têm nada sobre as campanhas de prospecção no LinkedIn.

A automatização do LinkedIn é uma poupança de tempo monumental.

Se quiser encontrar pistas qualificadas no LinkedIn, o primeiro passo é definir a pessoa que procura, com a maior precisão possível.

Quem é a pessoa média que se pretende alcançar? Onde é que vivem? O que é que eles fazem? O que é que procuram? O que os frustra? O que comem? (bem ok, esta pode não ser necessária, e pode estar a incomodar-se com a perseguição, mas fica-se com a ideia 😁).

Assim que tiver uma imagem clara da sua persona ideal, terá de encontrar essa persona através de uma pesquisa no LinkedIn.

Por outras palavras, vai jogar com filtros do LinkedIn para fazer sobressair a sua pessoa nos resultados da pesquisa.

Digamos que identificou o seu alvo como um orador “francês” que trabalha em “Lyon” e está em “marketing” e filtrar estes elementos, receberia uma lista de cerca de 2000 pessoas.

utiliser LinkedIn pour son entreprise avec les filtres sur prospectin pour prospecter facilement

Agora, consegue imaginar contactar estas 2000 pessoas e depois enviar-lhes mensagens de acompanhamento manualmente? Claro que não. É tão ridículo como a ideia de contactar indivíduos para uma campanha de prospecção, um endereço de correio electrónico de cada vez. Levaria dias.
É aí que entra a automatização do LinkedIn. Planeia as suas acções com antecedência e a ferramenta de automatização cuida do resto.

Com ProspectIn, pode exportar todos os perfis a partir da página de pesquisa com um clique.

Uma vez exportado para a ferramenta, tudo o que tem de fazer é preparar a sua sequência de marketing e lançar a sua campanha!

As acções são então enfileiradas directamente e só tem de responder às mensagens geradas.

Uma vez automatizado, um trabalho que lhe teria levado várias horas por dia, pode agora ser realizado facilmente em apenas alguns minutos.

Dirija-se aos utilizadores dos seus concorrentes

Com o LinkedIn, também pode visar os utilizadores dos seus concorrentes.
Existem duas técnicas diferentes para isso.

Visar os membros de um grupo do Facebook ou de um grupo frouxo

Se tiver uma ideia precisa de onde está o seu alvo, pode também realizar campanhas de prospecção ultra-direccionadas.

Por exemplo, se um dos seus concorrentes tiver um grupo no Facebook ou uma comunidade Slack, pode muito facilmente raspar os dados e reimportá-los para uma ferramenta de automatização como o ProspectIn.

  1. Comece por identificar um grupo de utilizadores dos seus concorrentes. No nosso caso, conseguimos identificar o grupo de utilizadores do Dux-Soup no Facebook.
  2. Utilizando PhantomBuster, obtenha informações dos perfis que pretende atingir.
  3. Importe os resultados para o ProspectIn.

O processo leva menos de meia hora e é extremamente eficiente. Que melhor público visar do que os utilizadores dos seus concorrentes?

Se quiser ver como definir tudo isto em pormenor, eis um artigo aprofundado que escrevemos sobre o tema.

Visando as pessoas que são fãs de uma página da empresa no LinkedIn

Por vezes será difícil aceder ao grupo do Facebook ou ao grupo Slack dos utilizadores dos seus concorrentes, ou simplesmente não têm um grupo para a sua comunidade. Mas não se preocupe, a sua visão de ter todos os utilizadores da sua concorrência a saltar de navio não foi por água abaixo!

Pode, graças a um pequeno hack, visar pessoas que gostam de uma página da empresa. Basta um aviso, vai precisar do Sales Navigator.

  1. Crie um perfil LinkedIn, declarando que trabalha na empresa dos assinantes que pretende visar,
  2. Realizar uma pesquisa no Sales Navigator (pode optar por visar todos os que gostam da página da empresa, ou pode optar por adicionar uma camada extra de personalização, tal como apenas as pessoas que vivem em França),
  3. Vá para o separador “Estas perspectivas seguem a sua página”,
  4. Perspectivas de exportação com ProspectIn.

utiliser linkedin pour son entreprise avec le sales navigator

Mais uma vez, o processo é extremamente rápido e produz resultados espectaculares.

Agora que começa a ter uma ideia clara do que a automatização do LinkedIn pode fazer pelo seu negócio, está na altura de ver como pode optimizar tudo isto.

Quando se pretende começar a prospectar no LinkedIn, há algumas directrizes e dicas a seguir. É isto que faz a diferença entre uma campanha no LinkedIn que se transforma excepcionalmente bem, e uma campanha que produz maus resultados.

Optimize o seu perfil para adquirir mais clientes

Sejamos claros, o seu perfil no LinkedIn é a sua vitrina no LinkedIn. Isto é o que lhe permite atrair a atenção dos utilizadores e manter as perspectivas que traz para o seu perfil.

Deve ser pensado como um website, ou uma página de aterragem. Cada detalhe é importante. Esta é a primeira coisa a optimizar antes de iniciar a prospecção no LinkedIn.

Um título claro e impactante para atrair as pessoas certas

O seu cargo é a primeira coisa (juntamente com a imagem do perfil) que os utilizadores verão quando o seu perfil aparecer. Não só aparece no seu perfil, mas também quando publica ou responde a comentários.

É, portanto, muito importante escolhê-lo cuidadosamente. Use um título de trabalho claro que encapsule o seu papel.

Ter uma imagem de perfil profissional para inspirar confiança

O seu objectivo, e não podemos repeti-lo o suficiente, é ter uma fotografia de perfil profissional, tirada por um profissional.

Ainda vejo demasiadas vezes imagens de má qualidade de pessoas, ou pior, poses totalmente não profissionais. Além disso, lembre-se de sorrir. É bom para personalizar o seu LinkedIn profissional 😉

Ter um banner promocional para despertar a curiosidade

O LinkedIn permite-lhe adicionar um “banner”, uma espécie de fotografia de capa. Aproveite a oportunidade para criar uma imagem que lhe permite visualizar num relance a sua proposta de valor.

utiliser LinkedIn pour son entreprise en créant une banniere promotionnelle sur linkedin

Conte a sua história na secção “Resumo” para desencadear uma emoção nas perspectivas quem se deparará com ela

O LinkedIn oferece um “resumo” que lhe permite falar mais sobre si mesmo: quem é, quais são as suas áreas de especialização, o que oferece. Use narração de histórias!

Utilize a secção “Destaque” para exibir as suas actividades

A secção “Highlight” no LinkedIn permite-lhe mostrar os seus artigos, um website, vídeos. Escolha bem os 3 primeiros elementos, porque estes são os que aparecerão primeiro no seu perfil.

Experiências e formação, não precisa de mentir

Quando cria o seu CV para o LinkedIn, não lhe ocorreria inventar uma vida para si, pois não? Bem, aqui é a mesma coisa. Não precisa de mentir sobre as suas experiências passadas. Seja sincero e não se esqueça de detalhar as suas experiências, o que fez, e os resultados específicos que obteve.

Traduza o seu perfil para aumentar o seu alcance de prospecção

É imperativo que o seu perfil seja traduzido pelo menos em inglês.
Isto permitirá à maioria dos potenciais clientes que se depararem com o seu perfil compreender quem você é e o que faz.

Visando os potenciais clientes em B2B: o nome do jogo

Como disse anteriormente, a prospecção é essencial se quiser obter resultados satisfatórios da sua campanha de prospecção.
O primeiro passo para uma focalização bem sucedida é, portanto, a definição clara da sua persona.

O Sales Navigator é crucial para a procura de prospectos se quiser utilizar o LinkedIn em todo o seu potencial. A pesquisa padrão é demasiado limitada.

Para aqueles que não podem pagar a assinatura do Sales Navigator, descobrimos uma forma de o utilizar sem ter de pagar.

Realizar uma boa pesquisa no LinkedIn com o Sales Navigator

Ao utilizar o Sales Navigator, há algumas coisas que deve saber antes de começar a utilizar o LinkedIn para o seu negócio.

Não utilize a barra de pesquisa da palavra-chave principal

Isto pode parecer contra-intuitivo, mas a procura de perfis através da barra de pesquisa da palavra-chave principal deve ser evitada.

A execução de uma pesquisa através da barra de pesquisa principal resultará na procura da palavra-chave introduzida no LinkedIn em todo o lado num perfil . Isto significa que poderá encontrar resultados que estão muito longe do que procurava originalmente.

Use o título do trabalho

Em vez de introduzir uma palavra-chave na barra de pesquisa principal, recomendamos-lhe que utilize o filtro do título de emprego. Isto dará resultados muito mais relevantes.

O título de emprego é um dos elementos de filtragem mais relevantes. É frequentemente o elemento central da pesquisa, enquanto que os outros filtros existem principalmente para refinar ainda mais a pesquisa (área geográfica, língua falada, etc.).

Usar aspas

A utilização de aspas permite exibir apenas resultados que contenham a sequência exacta de palavras dentro das aspas.

Por exemplo, se estiver à procura de um “Desenvolvedor de Negócios” e não utilizar aspas, pode, por exemplo, deparar-se com perfis de “Desenvolvedor de Software”, que não correspondem ao perfil real que procura.

Utilização de operadores booleanos

Os operadores booleanos, quando dominados, podem ser extremamente poderosos. Podem ser utilizados para combinar elementos e excluir outros. É uma ferramenta essencial para a realização de uma pesquisa altamente precisa.
O “NÃO” permite excluir certos termos indesejados.

Por exemplo, se quiser procurar um consultor mas não estiver interessado em freelancers, deve introduzir “Consultor NÃO freelancer”.
Os Booleans podem ser utilizados em filtros diferentes do título, por exemplo, no filtro “empresa”.

Se quiser ter como alvo pessoas que trabalham no Google ou Facebook, pode usar a entrada “Google OU Facebook” na sua pesquisa.

Orientar-se para os decisores

Quando se procura vender um produto ou serviço no LinkedIn, é importante falar directamente com a pessoa com autoridade decisória. O Sales Navigator permite visar por nível de antiguidade.

Não exceder 2500 resultados de pesquisa

Esta é A regra a seguir se quiser optimizar as suas pesquisas no LinkedIn. Há duas razões para isto:

  • A primeira é que o Sales Navigator não permite o acesso a mais de 2500 resultados de pesquisa (100 páginas contendo 25 perfis por página). Por conseguinte, será impossível exportar e contactar prospectos para além de 2500
  • A segunda razão é que é essencial categorizar as suas campanhas da forma mais fina possível, de modo a optimizar a personalização de cada uma delas.
    Quanto mais direccionada e melhor categorizada for a sua campanha, mais personalização poderá ter nas suas campanhas.
Personalize as suas abordagens do LinkedIn para optimizar as suas taxas de conversão.

A personalização das suas abordagens tem um impacto significativo no desempenho das suas campanhas, mas quem diz que a automatização não combina com a personalização? Quer dizer, vá lá, eles até rimam 😉

ProspectIn permite-lhe personalizar automaticamente as suas mensagens e notas utilizando os elementos clássicos de {{{primeiro nome}} e {{lastname}}}.

Poderá sentir que estes elementos não permitem uma personalização suficiente. E eu estaria inclinado a concordar consigo quanto a isso.

Vou mostrar-lhe 3 formas realmente eficientes de personalizar as suas campanhas de prospecção no LinkedIn enquanto utiliza o ProspectIn.

Visar as pessoas que comentam um post no LinkedIn

Com o ProspectIn, é possível visar directamente as pessoas que comentaram um post no LinkedIn, automaticamente.

Tenho a certeza que já conhece a técnica de oferecer conteúdo (como um Livro Branco, por exemplo) em troca de um post semelhante e/ou um comentário sobre um post no LinkedIn.

Bem, também é possível visar pessoas que comentaram o posto de outra pessoa. Uma vez que este tipo de posts do LinkedIn visam um determinado público, pode usar o post para recuperar perfis desse público alvo. Obtém-se então uma audiência altamente qualificada e cria-se uma abordagem inicial altamente personalizada. Um exemplo:

“Olá {{{primeiro nome}), vi que comentou o post de XXX sobre YYY, também estou no sector ZZZ e gostaria de me ligar para que possamos partilhar os nossos conhecimentos sobre estes tópicos. »

Tudo o que tem de fazer é encontrar um certo número de postos relevantes. Uma das formas de o fazer é através de pesquisas hashtag.

Visar as pessoas da sua indústria

Também pode utilizar pesquisas hashtag para visar pessoas que falam sobre os seus temas.

Nada poderia ser mais simples. Só precisa de preparar a sua estratégia de vendas. Um exemplo :

“Olá {{primeiro nome}}, encontrei o seu correio através da hashtag #hashtag. Gostei muito do post e gostaria de saber mais sobre o que faz”.

Depois lance a campanha no ProspectIn em modo piloto automático:

créer trigger sur prospectin pour prospecter sur LinkedIn

Visitar as pessoas que visitam o seu perfil no LinkedIn

Para esta técnica, deve ter uma assinatura Premium LinkedIn, e um número mínimo de pessoas a visitar o seu perfil.

Funciona especialmente bem se for muito activo no LinkedIn, por exemplo, se publicar frequentemente e escrever muitos comentários.

A sua instalação é bastante simples, basta preparar uma mensagem inicial de prospecção, como por exemplo:

“Olá {{{primeiro nome}}, vi que visitou o meu perfil, escrevi recentemente um XXX artigo sobre YYY, estou interessado em ter a sua opinião sobre ele”.

Depois lance a campanha no ProspectIn, ainda em piloto automático.

Entre todas as ferramentas de automatização existentes, provavelmente está a perguntar-se porque deve usar o ProspectIn?

Para além da gestão clássica de CRM e das características de gestão de desempenho do LinkedIn através de um painel de instrumentos, o ProspectIn destaca-se em três áreas.

Segurança

ProspectIn é a ferramenta mais segura. Tudo foi pensado para que a ferramenta reproduza o comportamento humano: quotas máximas de acção diária, atrasos aleatórios entre prazos, extensão indetectável, alerta em caso de actividade anormal…

Características do cenário

O que distingue a ProspectIn das ferramentas dos seus concorrentes é a sua característica de Cenário.
A característica Cenário permite-lhe enviar sequências de acções de uma forma totalmente automatizada.

Por exemplo, no dia 1 visita o perfil do seu potencial cliente, no dia 2 envia um pedido de ligação personalizado e no dia 3 envia uma mensagem personalizada às pessoas que aceitaram o seu pedido.

scenario linkedin modele

A funcionalidade Cenário permite-lhe acompanhar automaticamente os potenciais clientes que não lhe tenham respondido. Uma poupança de tempo real 😉

Até agora, temos visto automatização relativamente simples e básica. Mas o ProspectIn permite-lhe levar a automatização da sua actividade de prospecção muito mais longe. Deixe-me apresentar-lhe: a funcionalidade Triggers.

A funcionalidade Triggers

A funcionalidade Triggers permite desencadear uma acção com base num determinado evento, e em certas condições.

Por exemplo, pode configurar um Trigger que lhe permite aceitar automaticamente as pessoas que lhe enviam um pedido de ligação sem uma nota, e enviar-lhes uma mensagem de boas-vindas.

É também esta característica que lhe permite enviar automaticamente uma mensagem às pessoas que comentam um post no LinkedIn.

Graças aos Triggers, pode também criar campanhas de prospecção totalmente automatizadas utilizando a função de pesquisa guardada no Sales Navigator.

Finalmente, a funcionalidade Triggers permite-lhe sincronizar as suas campanhas de prospecção com o seu CRM através do Zapier.

Também pode conduzir campanhas entre canais, enviando automaticamente um e-mail àqueles que aceitam o seu pedido de ligação. Para saber mais, leia este artigo. 😉

Muito bem, vamos tentar resumir o que vimos hoje:

Vimos que a automatização do LinkedIn consiste essencialmente na automatização de 4 tipos de acções (visita de perfil/acompanhamento de perfil/pedidos de ligação/envio de mensagens).

Para o fazer, existem duas categorias de ferramentas, as extensões Google Chrome e as aplicações Cloud.

As extensões cromadas são mais seguras e fáceis de utilizar e, portanto, mais adequadas para utilizadores normais. As aplicações do tipo Cloud, por outro lado, são ideais para utilizadores experientes, que muitas vezes gerem várias contas LinkedIn.

Vimos que, de todos os canais de marketing de massas, o LinkedIn sai de longe no topo. Existem 2 razões principais:

  • Uma base de dados altamente qualificada, acessível, e quase infinita
  • Taxas de transformação muito mais elevadas do que as observadas com o correio electrónico

Vimos então como a automatização poupa tempo considerável aos utilizadores ao automatizar tarefas manuais que normalmente demoram várias horas a completar.

Observámos também que certas técnicas permitem combinar a automatização com uma mira muito precisa, especialmente a dos concorrentes.

Em seguida, fornecemos algumas directrizes ao utilizar ferramentas automatizadas do LinkedIn, particularmente como optimizar o seu perfil no LinkedIn, o uso correcto de filtros de pesquisa, e como ultra-customizar as suas campanhas de forma a obter resultados de prospecção excepcionais.

Finalmente, vimos porque é que o ProspectIn é a ferramenta mais adequada para a automatização da sua prospecção no LinkedIn. Em grande parte graças ao facto de ser altamente seguro, e ao seu cenário e características de activação.

Tenho de ser muito técnico para poder utilizar ferramentas automatizadas para o LinkedIn?

Não são necessárias competências técnicas para utilizar ferramentas como o ProspectIn, e os utilizadores são capazes de montar as suas campanhas em apenas alguns minutos.

A minha conta está segura quando utilizo o ProspectIn?

O ProspectIn faz questão de proteger a conta dos seus utilizadores através da simulação perfeita do comportamento humano e da criação de alertas em caso de utilização indevida.

O ProspectIn tem uma versão gratuita?

Oferecemos um período experimental de 7 dias no ProspectIn, no qual os utilizadores têm acesso gratuito a todas as funcionalidades.

Temos também um plano gratuito que dá aos utilizadores acesso às características básicas com quotas de acções diárias reduzidas.

É tudo por hoje! Sinta-se à vontade para me contactar no LinkedIn para me dar o seu feedback ou se tiver alguma questão 😁

Agora já sabe como usar o LinkedIn para o seu negócio! 🚀