pt
frenesitdeplnlruid

Plataforma de freelancer : Onde encontrar missões ?

show table of contents

Quando se trabalha por conta própria, é clássico utilizar uma plataforma freelance para encontrar novos clientes e novas tarefas. O que é mais complicado é saber qual a plataforma a utilizar. De facto, existem centenas delas em todo o mundo, cada uma com as suas próprias especificidades.

Então como é que encontramos a que melhor nos convém? É o que vamos ver neste artigo. Quer seja um freelancer, freelancer ou consultor, vamos fazer uma visita completa às plataformas freelancer! 😊

Porquê usar plataformas freelancer?

Tornar mais fácil entrar em contacto uns com os outros

Há muitos freelancers dispostos a oferecer os seus serviços em troca de dinheiro, e muitas empresas dispostas a fazer algum trabalho.

As plataformas freelance tornam possível a ligação entre estas duas partes. É uma óptima maneira de começar a ser freelancer. 🤝

Graças a uma interface dedicada, as empresas podem encontrar freelancers graças aos seus perfis, ver as suas realizações, bem como a sua tarifa horária.

Noutros casos, são os freelancers que podem responder às missões directamente propostas pelas empresas na plataforma. 🙂

Garantir a segurança

Quando se inicia um negócio freelance e se gere tudo sozinho, ser pago rapidamente é muito importante. É possível enfrentar uma disputa com um cliente que não queira pagar pelo serviço prestado ou que demore demasiado tempo a pagar a conta.

Neste caso, as plataformas freelance podem fornecer apoio para ajudar a encontrar uma solução, e mesmo fornecer uma garantia de pagamento que cumpra os prazos. 🙌

Esta é uma garantia muito útil para os freelancers que enfrentam clientes recalcitrantes, mas também para as empresas que se deparam com um freelancer incompetente ou que não entrega a encomenda apesar de pagar um depósito.

Como escolher entre 2 plataformas de freelancers?

Como contratante independente, perguntou-se como encontrar clientes freelance, e optou por plataformas (para além da prospecção com Waalaxy, claro 😉 ). O problema é que são tantas, e rapidamente se perde na massa. Como resultado, não sabemos se devemos escolher um em vez do outro para obter trabalho freelance. 🧐

Mas não se preocupe, vamos ajudá-lo a ver as coisas com um pouco mais de clareza. Quer prefira trabalhar a partir de casa ou obter um trabalho a tempo parcial, aqui estão os critérios que deve considerar.

Olhe para a popularidade das plataformas freelance

A primeira coisa a considerar para encontrar projectos freelance é a popularidade da plataforma. De facto, quanto mais a plataforma for conhecida, mais empresas procurarão missões na mesma.

Da mesma forma, o número de freelancers que oferecem os seus serviços será também mais importante. Cabe-lhe a si descobrir como tirar o máximo partido disso! 📍

Para estimar a popularidade da plataforma, veja:

  • O número de freelancers que confiam nele.
  • O número de empresas parceiras.
  • As opiniões externas sobre elas.

Os sectores oferecidos

Nem todas as plataformas oferecem missões nos mesmos campos. Se algumas são generalistas, outras são especializadas em determinados sectores em particular.

Dependendo do que procura, terá de escolher um determinado tipo de plataforma. Por exemplo, se oferecer os seus serviços em vários sectores diferentes, prefira uma plataforma generalista para concentrar os seus pedidos num único local.

Pelo contrário, se for especializado num determinado sector, então será melhor escolher uma plataforma que seja especializada nesse sector, onde os pedidos do cliente possam ser mais adaptados.

O sistema de remuneração

O sistema de remuneração é um elemento muito importante a ter em conta na escolha de uma plataforma freelancer que lhe permita realizar trabalhos.

Nem todos eles pagam da mesma forma. Alguns modelos beneficiam os freelancers, outros beneficiam as empresas.

Existem três tipos diferentes de remuneração para plataformas freelance:

  • A assunção de custos por parte do cliente.
  • A subscrição mensal para o freelancer.
  • O pagamento de uma percentagem do volume de negócios.

Vejamos mais de perto como funcionam.😎

A assunção de custos pelo cliente

Neste modo de funcionamento, o freelancer não tem de pagar nada. São as empresas que pagam uma comissão à plataforma quando encontram um freelancer que lhes sirva. 😍

Este modelo é interessante para os freelancers porque eles recebem 100% da sua remuneração e não têm custos adicionais.

No entanto, normalmente resulta num número mais baixo de ofertas. Isto porque as empresas preferem plataformas que as beneficiem, onde não têm de pagar nada. 🤷

A assinatura mensal para o freelancer

Neste caso, é o freelancer que paga uma assinatura mensal da plataforma para poder ter acesso às ofertas.

Este modelo é interessante para um freelancer com um perfil mais júnior porque a concorrência é menor, e o número de ofertas pode ser maior 😉

Contudo, terá de colocar a mão na carteira para ter acesso a ela. O preço é normalmente de cerca de 30 euros por mês para a assinatura básica.

Pagamento de uma percentagem do volume de negócios

Este método de remuneração também beneficia as empresas. Consiste em dar uma percentagem do seu volume de negócios à plataforma.

Desta forma, é garantido que só pagará se encontrar clientes através da plataforma. 🔥

Esta percentagem pode ser decrescente dependendo do volume de negócios alcançado.

Comparação das plataformas freelance a utilizar por profissão

As 3+1 melhores plataformas generalistas freelancer do mundo

#1 UpWork, a maior plataforma do mundo

Upwork é um gigante entre as plataformas freelance. Lançada em 2015, a plataforma foi tornada pública nos Estados Unidos em 2018. Está agora presente em mais de 180 países e é uma das plataformas obrigatórias. Simples de usar graças a uma interface de fácil compreensão e uma aplicação móvel, é uma verdadeira referência no sector se se quiser obter oportunidades de freelance. É uma das plataformas com mais trabalhadores freelancer registados em todo o mundo.

No que diz respeito à remuneração, a empresa recebe uma comissão correspondente a 20% do volume de negócios do freelancer. Esta percentagem diminui à medida que se trabalha com um cliente, possivelmente até 5%. A empresa oferece um sistema de classificação freelance que lhe permitirá ser reconhecido se tiver talento e se os seus clientes estiverem satisfeitos. É uma das melhores plataformas para encontrar trabalhos freelancer.

#2 Fiverr, líder em plataformas de microserviços freelance

AFiverr é uma verdadeira referência no mundo das plataformas freelance. Construiu a sua reputação sobre uma proposta de valor muito específica: missões a partir de $5. Esta plataforma israelita fundada em 2010 e cotada na bolsa de valores é portanto especializada em microserviços. 🔥

Este mercado de freelancers propõe os perfis de freelancers às empresas, e são elas que decidem contactá-los. No que diz respeito à remuneração, a plataforma funciona graças ao sistema de comissões. Recebe uma comissão de 20% sobre os seus ganhos. No entanto, não existe um sistema de percentagem de escala deslizante como em outras plataformas. 😶

#3 Freelancer.com

Esta plataforma australiana freelance, existente desde 2009, oferece os seus serviços em todo o mundo. Freelancer.com oferece “todos os trabalhos que se possa imaginar” como freelancer. E de facto, é um site que oferece uma escolha de freelancers num grande número de campos de especialização. 🙌

Em termos de compensação, a plataforma aplica taxas mais baixas do que os seus concorrentes, mas aplica-as ao freelancer e ao cliente. Especificamente, pode contar 10% de comissão para a plataforma como freelancer, enquanto que o seu cliente pagará 3% de comissão. Pode também optar por ser pago à hora ou pela taxa fixa. 😊

#4 LinkedIn, não tão longe das plataformas freelance

O LinkedIn não é uma plataforma freelance em si, mas a rede social continua a ser uma óptima forma de encontrar clientes. O líder das redes sociais profissionais é uma obrigação se se quiser encontrar clientes freelance.

Além disso, muitas plataformas tradicionais freelance permitem-lhe ligar-se ao seu perfil no LinkedIn. As empresas olham para ele na maioria dos casos, pelo que mais vale optimizá-lo ao máximo! 🔥

Se estiver interessado em gerar leads via LinkedIn, criámos um e-book que explica as 5 técnicas mais eficazes para gerar leads no LinkedIn. É 100% gratuito, e pode aceder a ele aqui mesmo. 🚀

As 4 melhores plataformas freelance em França

#1 Malte

Anteriormente Hopwork, esta plataforma francesa é a líder no mercado nacional. Também disponível em muitos países europeus como Espanha, Inglaterra e Alemanha (entre outros), conta actualmente com mais de 430.000 freelancers registados, bem como mais de 40.000 empresas clientes (incluindo 36 do CAC40).

Escolhe como modelo de remuneração o sistema de comissões pagas pela empresa cliente. Este montante ascende a 10% do preço da missão, excluindo impostos. É portanto uma plataforma interessante porque combina clientes de prestígio e um sistema vantajoso para os freelancers. Cuidado, a concorrência é dura 😉

#2 Codeur.com

A plataforma independente Codeur.com é uma das mais famosas plataformas francesas. Concebida para programadores e outros profissionais de marketing digital, a plataforma utiliza um sistema de concurso e oferece a possibilidade de pôr os freelancers e as empresas em contacto entre si.

A plataforma é paga através de um sistema de subscrição que permite responder a um certo número de pedidos de clientes. As diferentes fórmulas são de 29 euros/mês para responder a 80 clientes, 59 euros/mês para responder a 200 clientes e 99 euros/mês para responder a 400 clientes.

#3 Freelance.com

Vamos voltar ao lado francês e falar sobre o Freelance.com. Esta plataforma francesa é um dos precursores do campo. Permite que as empresas contratem um freelancer em muitos campos desde 1995. Cotada na bolsa, destaca-se pela sua antiguidade no sector. Esta plataforma generalista aceita todos os tipos de perfis.

Para a remuneração, é o cliente que paga uma comissão à plataforma, uma vez terminado o trabalho. Como freelancer, recebe 100% do seu volume de negócios. Além disso, a plataforma faz pagamentos no prazo de 24 horas uma vez que a missão é validada pelo cliente, um verdadeiro conforto quando se sabe que este não é o caso de todas as plataformas. 😎

#4 ComeUp (5euros.com)

Anteriormente 5euros.com, esta plataforma freelance tinha tomado o modelo de Fiverr e proposto essencialmente microserviços. Mas esta agora quer romper com esta imagem de freelance de “baixo custo” e muda a sua identidade para a ComeUp. Pode encontrar ofertas de missões em vários campos, desde a concepção ao desenvolvimento da web, incluindo o audiovisual, estratégias de e-mail marketing e a vida quotidiana.

A plataforma funciona num sistema de comissões, 20% pagas pelo freelancer. Note-se que ao subscrever a opção ComeUp Plus a 8,99 euros por mês, a comissão é reduzida para apenas 1 euro, independentemente do montante da transacção. Um sistema interessante que se revela muito competitivo em comparação com os preços de mercado. 🔥

A melhor plataforma freelance para serviços administrativos

1001secretaires

1001secretaires é uma plataforma freelance de nicho especializada em funções de apoio, tais como tarefas administrativas, de gestão ou de assistência jurídica. Se tiver experiência como secretário, há uma boa possibilidade de poder oferecer os seus serviços nesta plataforma, independentemente da sua área de especialização. 😊

Em funcionamento desde 2009, é possível a uma empresa colocar um anúncio para um trabalho gratuito. Isto não está especificado no site, mas sugere uma comissão a ser paga pelo freelancer para cada ligação.

As melhores entre todas as plataformas freelance para programadores web em França

Freelance-informatique

Freelance informatique, como o seu nome sugere, é uma plataforma especializada em TI freelancer. Tem mais de 100.000 freelancers registados, o que a torna a maior plataforma freelance neste campo em França. Oferece principalmente missões a longo prazo e a tempo inteiro para grandes contas. Howerver, a maioria das missões propostas não estão disponíveis à distância, terá de se deslocar às instalações da empresa. Provavelmente não é o melhor se preferir um trabalho de freelancer de trabalho a partir de casa.

Quanto à remuneração, a plataforma é 100% gratuita para os freelancers. São as empresas que pagam para submeter as tarefas. A versão gratuita permite submeter até 4 ofertas por mês. Para além disso, é necessária uma assinatura de 2500 euros por mês. Um posicionamento dispendioso que pode ser explicado por uma clientela composta principalmente por grandes contas. 🚀

As melhores plataformas de desenho gráfico freelance

#1 Graphiste.com, entre as melhores plataformas freelance

Graphiste.com é uma referência no campo do design. Esta plataforma, que conta com mais de 30.000 desenhadores gráficos freelance, oferece a possibilidade de preencher a sua carteira para encontrar perspectivas. Isto permite aos freelancers oferecerem os seus serviços em tudo relacionado com gráficos e design (como um banner linkedIn, por exemplo). 🎨

Graphiste.com utiliza um sistema de subscrição pago pelo freelancer para ser pago. Cobra uma taxa fixa de 29 euros HT por mês para contactar até 1000 clientes por mês. O depósito da oferta pelo cliente é totalmente gratuito, o que permite maximizar o número de ofertas na plataforma.

#2 GraphisteOnline

GraphisteOnline é uma plataforma especializada em conectar desenhadores freelance com empresas com necessidades neste sector. Tem mais de 58 000 criativos registados, o que faz dela a maior plataforma freelance francesa centrada no design gráfico. Pode também propor os seus serviços noutros campos que não o design, tais como marketing ou audiovisual (talvez até propor carrosséis LinkedIn?).

A publicação de um anúncio é gratuita para as empresas clientes. Para os prestadores de serviços, a plataforma oferece duas fórmulas baseadas no modelo de assinatura. Uma versão freemium, que permite responder a projectos através da compra de créditos, e uma versão a 39 euros HT por mês, para responder a um número ilimitado de projectos sem ter de comprar créditos. Em ambos os casos, a plataforma não aceita qualquer comissão sobre o volume de negócios.

#3 99designs

99Design é uma plataforma que ajuda as empresas que desejam contratar designer gráfico. Se propõe nos seus serviços trabalhos criativos como a criação de logótipos com Photoshop ou Illustrator, cartas gráficas ou na criação de embalagens, então não há dúvida de que encontrará missões. Fundada em 2008 em Melbourne, Austrália, a sua sede está agora localizada nos Estados Unidos. Quanto à plataforma, está disponível para todos os freelancers criativos em vários continentes, incluindo a Europa ou a América do Sul. 🌍

O modelo é baseado no sistema deabidding. A plataforma recebe então 5% de comissão do cliente, depois 15% do designer. Esta percentagem é degressiva para os desenhadores e pode ser reduzida para 10%, depois 5% à medida que se utiliza a plataforma. Uma forma de encorajar a lealdade dos freelancers! 😉

As melhores plataformas freelance para a comercialização

#1 Crème de la crème

Crème de la crème é uma plataforma freelance que se diferencia pela sua selectividade nos fornecedores a que se refere. Se passar os testes a serem listados na plataforma, um gestor de conta será dedicado a ajudá-lo a encontrar missões. Em termos de funcionamento, os clientes apresentam uma oferta de missão, que está aberta apenas a 5 candidaturas. Pode também usufruir do acesso ao canal de acesso à nata dos freelancers de cultura, um painel de controlo personalizado… 🔥

Perfeitos para um consultor freelance, os sectores referenciados na plataforma são cada vez mais generalistas, mas os perfis mais procurados são principalmente no campo digital. Quanto às taxas, terá de deixar uma comissão de 15% HT do seu volume de negócios. Os pagamentos são efectuados em 48h no final de cada mês. 🙌

#2 Dgitags.io plataforma freelancer

O Dgitags.io define-se como um centro de talentos digital. A meio caminho entre uma plataforma freelance e uma agência digital, este arranque parisiense apoiado pela La French Tech já conta com mais de 1200 freelancers. Poderá oferecer todos os serviços que giram em torno do webmarketing e do design. Uma vez registado na plataforma, um gestor de talentos entrará em contacto consigo para o ajudar a encontrar as tarefas certas.

As melhores plataformas de escrita freelance

#1 Corretor de Texto

Yout quer tornar-se um escritor freelance? TextBroker define-se como a plataforma líder mundial para escritores freelancer. Quer se trate de textos simples, e-mail marketing, artigos especializados ou tradução, será capaz de encontrar clientes se estiver no negócio da escrita. Com mais de 80.000 clientes em todo o mundo à procura de escritores e mais de 11 milhões de encomendas efectuadas, é uma plataforma de escrita freelance.

O Textbroker paga-lhe pelo número de palavras escritas, e de acordo com a qualidade e a exigência do cliente para o texto em questão. Portanto, há remunerações diferentes dependendo da sua experiência como redactor, mas em todos os casos estará a ganhar dinheiro.

#2 Redacteur.com

Feito para aqueles que têm capacidades de escrita, Rédacetur.com é uma plataforma francesa especializada em trabalhos de escrita freelance. Quer se trate de publicações em blogs optimizados para SEO, redacções para páginas de destino, redacção de artigos ou comunicados de imprensa, pode encontrar trabalhos nesta plataforma. Actualmente, conta com mais de 15.000 escritores registados.

Quanto à remuneração, a plataforma cobra um determinado preço ao cliente e paga uma taxa fixa de acordo com o número de palavras escritas e a complexidade da mesma. A comissão cobrada pela plataforma não é especificada.

A melhor plataforma para fotógrafos freelancer

Utopix

O Utopix é uma das únicas plataformas dedicadas exclusivamente aos fotógrafos freelancer. O site UX foi concebido para serviços na área da fotografia. Tem mais de 3000 fotógrafos freelancer. Pode propor qualquer tipo de fotografia lá (incluindo para fotos de perfil linkIn 😉 ). Se estiver à procura de uma plataforma que lhe proporcione trabalhos de fotografia, o Utopix é feito para si.

A plataforma não cobra quaisquer taxas aos freelancers. Cabe ao cliente pagar uma comissão que varia de 10 a 15% por cada filmagem feita através da plataforma. O Utopix recolhe o seu pagamento no início do serviço e paga-lhe assim que o cliente tiver validado as suas fotografias. Uma forma eficiente de se proteger contra o trabalho não remunerado. 💰

Conclusão: onde encontrar trabalhos freelance?

Se trabalha por conta própria e procura clientes, as plataformas freelancer são uma óptima forma de encontrar facilmente trabalhos freelance.

Existem plataformas generalistas, tal como existem plataformas especializadas. Cabe-lhe a si descobrir qual delas lhe convém melhor! 😊

Aqui tem, espero que encontre o que procura nas plataformas acima!

FAQ sobre plataformas freelance

O que é uma plataforma de freelancer?

Essas plataformas foram criadas para ligar os freelancers a empresas que necessitam dos seus serviços. Há muitos tipos de plataformas de freelancers, com diferentes sistemas de pagamento.

Alguns trabalham através de um sistema de subscrição para responder às ofertas dos clientes, outros através de um sistema de comissões. Estas comissões podem ser pagas pelo cliente ou pelo freelancer, dependendo da plataforma.

Isto é o que diferencia uma platforme de outra. Dependendo do que se procura, pode preferir uma plataforma ou outra.

É por isso que a melhor plataforma freelance pode não ser a mesma para si como é para outra pessoa.

Como se registar e trabalhar em plataformas freelance?

Cada plataforma tem a sua própria forma de trabalhar. Então, dependerá da forma como a plataforma funciona. Por vezes cabe-lhe a si responder às ofertas, outras vezes cabe às empresas contactá-lo. Escolha a forma como quer trabalhar, e deixe-nos guiá-lo!

Como encontrar o seu primeiro cliente nas plataformas?

Quanto mais o seu perfil de freelancer inspirar confiança, mais provável é que as empresas o contactem para trabalhos freelance. Isto pode variar dependendo da forma como a plataforma funciona. Pergunte directamente sobre isso, todas elas explicam a sua forma de fazer 😉

Quantas plataformas freelance existem no mundo?

Existem centenas de plataformas freelance no mundo. Mas nem todas elas são igualmente adequadas para todos os negócios. Cabe-lhe a si encontrar a que mais lhe convier!

Que plataforma freelancer devo escolher para começar?

Se é um principiante, é melhor escolher uma plataforma onde a concorrência não seja demasiado dura. Depois favorece aqueles que requerem uma assinatura mensal, uma vez que o número de freelancers que aí estão registados é provavelmente inferior. 💡

Esperando que esta visita completa o tenha ajudado a escolher entre todas as plataformas freelance, até muito em breve para um novo artigo! 😊

5/5 (200 votes)
Recomendamos-lhe 👇

Convert more leads into clients with these 7 secret B2B prospecting messages 🚀

Enter your first name and email address  to receive the 11 page digital book now:

Where do we have to send it now?